28 fevereiro 2013

A importância de ser frágil

"Faze-me conhecer, SENHOR, o meu fim, e a medida dos meus dias qual é, para que eu sinta quanto sou frágil. Eis que fizeste os meus dias como a palmos; o tempo da minha vida é como nada diante de ti; na verdade, todo homem, por mais firme que esteja, é totalmente vaidade. Na verdade, todo homem anda numa vã aparência; na verdade, em vão se inquietam; amontoam riquezas, e não sabem quem as levará. Agora, pois, SENHOR, que espero eu? A minha esperança está em ti. " Salmos 39:4-7



Se existe algo perigoso, é que alguém se apegue demais as coisas deste mundo ou se sinto muito importante. 

Vez ou outra eu sinto algo estranho, como uma reflexão de que nada nesse mundo vale a pena, que todos os esforços que fazemos, de nos casar, de comprar uma casa, arrumar um emprego, criar os filhos... tudo isso parece tão pequeno, tão passageiro, tão frágil. É claro que Deus tem planos para a nossa vivência na Terra, mas será que vale a pena perder tanto tempo com o que vai durar tão pouco perto da eternidade? Parece esforço demais para pouco proveito. Eu percebi que estas reflexões estavam cada vez mais frequentes.

Na última vez que este pensamento veio a minha mente o Senhor me mostrou quão precioso e necessário ele é. Quanto mais ocupados estamos, mais importantes nossos compromissos e afazeres se tornam, e quanto mais importantes os nossos afazeres, mais importantes achamos que somos. "Se eu não fizer isso, hão há quem faça" e de alguma forma nos sentimos intocáveis, inatingíveis, importantes demais. Mas não é isso que o cristianismo representa, ele quer nos mostrar nossa total dependência de Deus em todas coisas e o quão pequenas são as nossas preocupações perto de um Deus tão grande e que controla todas as coisas.

O salmista pede a Deus que não o deixe esquecer de quão frágil ele é. É essencial que tenhamos em mente todos os dias a nossa fragilidade para que possamos conhecer poder de Deus. Isso nos faz humildes e exalta a Deus; isso nos faz aprender a confiar e descansar Nele; isso nos faz perder menos tempo com coisas vãs e filtrar nossas preocupações. Conhecer e admitir a sua condição de criatura é essencial para que a vida faça sentido. Se nada parece fazer sentido talvez seja porque você está procurando sentido na coisa errada. 

Não há como reconhecer a grandeza de Deus sem reconhecer a nossa pequenez. Deus nos fez frágeis para revelar a sua glória. É  necessário se sentir pequeno e frágil, é necessário ter em mente quão passageiras são as coisas ao nosso redor para que possamos fazer como Davi fez, depositar em Deus a nossa esperança, e em fim saber o que vale a pena neste sopro que é a vida!

Deus te abençoe!

#Deusfalanotwitter 28/02

Mais uma edição do #Deusfalanotwitter! , Deus fala com voce de todas as formas!









 



27 fevereiro 2013

Pessoas em um avião e em um culto têm muito em comum - Max Lucado



Olá, irmãos! Esta semana comecei a ler o livro “Deus está no controle” de Max Lucado e estou amando! E hoje, para mostrar um pouquinho do livro e compartilhar as maravilhas que tenho experimentado através dele, vou colocar um trecho que me chamou muito a atenção. Vale lembrar que o livro foi feito com trechos de outros livros do Max Lucado, e este foi tirado de “Simplesmente como Jesus”. Leia e preste atenção como muitos de nós nos contentamos com um culto bom, sem problemas e distrações, enquanto deveríamos buscar a face de Deus de todo o nosso coração. Deus abençoe! 

“Pessoas dentro de um avião e pessoas sentadas num banco de igreja têm muita coisa em comum. Todas elas estão numa jornada. A maioria tem bom comportamento e boa aparência. Algumas cochilam e outras olham pela janela. A maioria, senão todas, está satisfeita com uma experiência previsivel. Para muitas, a marca de um bom voo e a marca de uma boa reunião de adoração são a mesma coisa. “Bom”, gostamos de dizer. “Foi um bom voo/foi um bom culto.” Saímos da mesma maneira que entramos e estamos felizes por poder voltar da próxima vez. 

Uns poucos, porém, não se contentam com o bom. Desejam algo mais. O menino que acabara de passar por mim desejava. Ouvi-lhe a voz antes de vê-lo. Eu já estava no meu assento quando ele perguntou: “Será que eles vão mesmo me deixar conhecer o piloto?”. Ele foi ou sortudo ou perspicaz, porque fez o pedido assim que entrou no avião. A pergunta flutuou até a cabine, levando o piloto a inclinar-se para fora. 

- Alguém está me procurando? - perguntou ele. 

A mão do menino se esticou como se ele estivesse respondendo a uma pergunta de sua professora do segundo ano. 

- Eu estou! 

- Bem, então entre. 

Com um aceno de sua mãe, o garoto entrou no mundo dos controles medidores da cabine de comando e emergiu minutos depois com os olhos arregalados. 

- Uau! – exclamou. – Estou tão feliz por estar neste avião! 

Nenhuma outra face ali mostrava tal deslumbramento. Eu já imaginava. Prestei atenção. O interesse do menino despertou o meu próprio interesse, de modo que passei a estudar o rosto dos demais passageiros, mas não encontrei tal entusiasmo. De modo geral, vi contentamento: Viajantes contentes por estar no avião, contentes por estar mais próximos de seu destino, contentes por sair do aeroporto, contentes por se sentar, olhar e falar pouco. 

Havia algumas poucas exceções. As cinco ou mais mulheres de meia-idade usando chapéus de palha e levando blosas de praia não estavam contentes; elas estavam exuberantes. Desfilavam sorrindo pelo corredor. Minha aposta é que elas eram mães que haviam se livrado da cozinha e das crianças. O colega de terno azul do outro lado do corredor não estava contente; estava mal-humorado. Abriu seu notebook e ficou encarando a tela a viagem inteira. A maioria de nós, porém, estava mais feliz do que ele e mais contida que as senhoras. A maioria de nós estava contente. Contente com um voo previsível e sem ocorrências fora do comum. Contentes com um voo “bom”. 

Uma vez que é isso o que buscamos, isso é o que conseguimos. O menino, por outro lado, queria mais. Ele queria ver o piloto. Se lhe pedissem para descrever o voo, ele não diria que foi bom. Ele provavelmente mostraria as asas de plástico que o piloto lhe dera e diria: “Eu vi o homem lá da frente”. 

Você entende por que digo que as pessoas num avião e as pessoas no banco da igreja têm muita coisa em comum? Entre no santuário de uma igreja e olhe para os rostos. Alguns estão agitados, uns poucos estãos mal-humorados, mas no geral, estamos contentes. Contentes por estar ali. Contentes por sentar, olhar direto para frente e sair quando o culto acabar. 

Contentes por desfrutar de uma reunião sem surpresas nem turbulência. Contentes com um culto bom. “Busquem, e encontrarão”, Jesus prometeu (Mt 7.7). 

Uma vez que um bom culto é o que buscamos, um bom culto é normalmente o que encontramos. 

Alguns poucos, porém, buscam mais. Alguns poucos chegam com o entusiasmo infantil daquele menino. E esses poucos saem como ele saiu, de olhos arregalados diante da maravilha de ter-se colocado na presença do próprio piloto... 

Você vai a igreja com um coração faminto por adoração? Nosso Salvador ia. 

Posso pedir-lhe que seja exatamente igual a Jesus? Prepare seu coração para a adoração. Deixe Deus mudar sua face por meio da adoração. Demonstre o poder da adoração. Acima de tudo, busque a face do piloto. O menino fez isso. Por ter buscado o piloto, ele saiu com a face transformada e um par de asas. O mesmo pode acontecer com você.” 

Max Lucado.

Uso e Recomendo - "Hello Fear" / Kirk Franklin



Agora é hora de mais uma edição abençoada de Uso e Recomendo. E hoje vamos saber um pouco mais sobre o CD mais recente de um dos mais renomados e abençoados regentes do meio gospel: Kirk Franklin e o CD mais que inovador, “Hello Fear”

Eu gosto muito deste CD por vários motivos, o que até me surpreende ter demorado tanto para falar sobre ele aqui no blog. Mas uma das coisas mais impressiontantes e marcantes sobre o Kirk Franklin é o fato de ele conseguir juntar qualidade musical, canções belíssimas, inovações frequentes e ministrações. E neste CD, Kirk se superou! 

A música tema é “Hello Fear”(Olá medo), e é como se alguém estivesse terminando um relacionamento com o “medo”. Achei interessante esta metáfora que ele usou, pois quando vamos lidar com pessoas, somos diretos e objetivos, ou mais intensos do que se tratando de sentimentos. 

Mas o que achei mais interessante, não somente nesta música mas em todo o álbum, é que o Kirk Franklin atribui o medo á falta de graça em nossas vidas. Não sabemos o que é graça, não conseguimos entender que Deus nos ama incondicionalmente e nos abençoa simplesmente porque Jesus morreu por nós e conquistou toda sorte de bênçãos. E no final da canção “Hello fear”, depois que ele se despede do medo, o autor inicia uma conversa com a graça, dizendo que ela tomou o lugar do medo. Isso me ensinou muito sobre como aplicar a doutrina da graça no meu dia a dia. 

As canções que compõem o CD são: 

1. Hello Fear (Olá medo)
2. The Story of Fear (A história do medo)
3. Before I Die (Antes de eu morrer)
4. I Am (Eu sou)
5. But the Blood (Pelo sangue)
6. Everyone Hurts (Todos sofrem)
7. I Smile (Eu sorrio)
8. Give Me (Me dê)
9. Never Alone Interlude (Interlúdio Nunca sozinho)
10. The Altar (O altar)
11. Something About the Name Jesus (Algo sobre o nome de Jesus)
12. Today (Hoje)
13. The Moment #1 (Momento 1)
14. The Moment #2 (Momento 2)
15. A God Like You (Um deus como Tu)

O álbum gira em torno de uma música: “Never alone” (Nunca sozinho), que é tocada de diferentes formas e em diversos momentos do CD. É uma letra curta, mas que ao meu ver, foi colocada várias vezes no álbum para lembrar-nos desta mensagem, de que Deus nunca nos deixa sós, mas está sempre nos dando forças com sua graça. Como está escrito na Palavra de Deus: Nada pode nos separar do Amor de Deus! E novamente, na música “The moment #1” Kirk exalta o sacrifício de Cristo e sua graça, pois somente por eles somos curados e feitos novos! 

Para quem conhece ou já ouviu algum CD do Kirk, o nome dele já é ligado a referências de corais tradicionais americanos. Mas neste CD ele realmente inovou, trazendo referências do R&B e música eletrônica, o que pode atrair a atenção dos mais jovens. E isso é um ponto que também gosto muito nos CD’s de Kirk Franklin, ele sempre está inovando, ao contrário de alguns grupos e cantores que estão sempre copiando estilos e temas já abordados. 

Agora falando dos maravilhosos vocais do coral de Kirk Franklin, não é novidade que há excelência e muita unção em seus arranjos e nas divisões de vozes. E o que me admira é que os arranjos feitos pelos cantores não atrapalham a mensagem da música, mas ao contrário, a passam com mais facilidade e entram em nossos corações de tal forma, que já me peguei chorando ao ouvir este CD por várias vezes. 

Enfim, “Hellho Fear” de Kirk Franklin é um ótimo álbum para se ouvir e para aprender mais sobre a Graça e seu poder para curar nossos medos e incertezas. Unindo músicas dançantes e alegres à canções profundas e que nos levam a reflexão. Não deixe de ouvir este álbum e ser abençoado!

Agora confira o clipe da música "I Smile", que incentiva as pessoas a se alegrarem no Espírito e no poder de Deus enquanto as dificuldades vêm. Deus abençoe!



Para quem quiser levar o álbum para casa, aqui estão alguns links:


26 fevereiro 2013

Vi por aí - E o jeitinho brasileiro?

Vocês devem estar estranhando esse nome: "Vi por aí", mas essa tag na verdade já era usada com frequência no blog, só não tinha esse nome. Trata-se de textos interessantes que vimos em outros blogs. A partir de agora estes textos serão postados toda terça feira.

O texto de hoje eu encontrei no blog Púlpito Cristão sobre um assunto bem diferente do que costumamos ver por aí. Segue.


É comum ouvirmos uma exaltação ao “jeitinho brasileiro” de resolver as coisas. Há um jeitinho brasileiro para tudo: para não pagar uma conta, para ser atendido mais depressa em uma fila, para ludibriar um compromisso, para ganhar algo que não é lícito ou devido. Resumindo, “jeitinho brasileiro” é um termo simpático para caracterizar um comportamento antiético e, na maior parte das vezes, prejudicial a outrem.

Para os cristãos, o tal do “jeitinho brasileiro” é algo que não agrada a Deus. Em Provérbios 21, são elencados inúmeros comportamentos que diferenciam o justo e o ímpio. E se analisarmos detidamente, muito dos comportamentos atribuídos aos ímpios, são também aqueles que se enquadram dentro do modo brasileiro de ser.

Um exemplo disso, é descrito no versículo 6: “Trabalhar com língua falsa para ajuntar tesouros é vaidade que conduz aqueles que buscam a morte”. Mentir, subornar, sonegar – verbos tão conhecidos e praticados no nosso país – são caminhos que levam à morte, segundo a Palavra de Deus. Aliás, mais do que levar à morte, são caminhos buscados, ou seja, trilhados por aqueles que estão espiritualmente mortos.

No versículo 10, lemos: “A alma do ímpio deseja o mal; o seu próximo não agrada aos seus olhos”. O egoísmo, o jogo de interesses e a inveja tem sido uma constante nas relações sociais dos dias atuais e tais comportamentos nos distanciam do segundo mandamento da lei de Deus que preconiza que amemos ao nosso próximo como a nós mesmos. Cada vez que agimos contra os nossos irmãos, estamos ferindo também o nosso relacionamento com Deus, pois, de acordo com as palavras do próprio Jesus: “Em verdade vos digo que quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes” (Mateus 25:40).

O nosso comportamento diz muito daquilo que faz morada dentro de nós, “porque, onde estiver o vosso tesouro, ali estará também o vosso coração” (Lucas 12:3). Um coração cheio de Deus não se alegra com a maldade, com a prática que fere o próximo e com a própria satisfação, em detrimento do mal alheio. O coração onde Deus habita transborda amor e o amor, como descreve Paulo, em sua carta aos 1 Coríntios 13: 4-6 : “O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece. Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal. Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade”.

Essa é uma boa reflexão para pensarmos um pouco a respeito dos valores que nos são incutidos pelo pensamento moderno e que tanto se chocam com aquilo que Deus espera de nós; para reavaliarmos as nossas práticas como brasileiros cristãos, que procuram vivenciar a vontade do Pai.

“O homem ímpio endurece o seu rosto; mas o reto considera o seu caminho” (Provérbios 21:29). Que o Senhor nos dê a clareza de reconsiderarmos os nosso atos para que não o venhamos a ferir e para que o amor de deus resplandeça sempre em nossas ações e em nossas vidas.

Deus te abençoe!

#Eufui - Conferência Como tudo começou

Vamos começar hoje uma tag sazonal, a #eufui contando sobre eventos legais que fomos e que podem trazer alguma edificação para vocês!

Nos dias 23 e 24 de fevereiro aconteceu em São José dos Campos, no prédio da Editora Fiel a Conferência "Como tudo começou" ministrada por Adauto Lourenço sobre o tema Criacionismo Científico. Como vocês notaram pelo título do post eu e alguns irmãos da igreja pudemos ir, e como eu fiquei simplesmente encantada com o evento tive que vir comentar aqui no blog.


Adauto Lourenço é mestre em física pela Clemson University nos Estados Unidos, autor de diversos livros a respeito do tema criacionismo e de vários vídeos que circulam a internet. Adauto já trabalhou como professor e pesquisador na Alemanha e nos Estados Unidos. Nunca vi ninguém tão preparado e tão confiante sobre o assunto quanto Adauto Lourenço, é impressionante o seu domínio sobre o assunto unido a humilde que somente a graça pode trazer.


O assunto Criacionismo ainda traz muitas dúvidas para os cristãos e muita confusão para os não cristãos, por isso eu indicaria essa palestra a todos. Para esclarecer, o professor começou explicando que iria falar a respeito do Criacionismo científico, e não do criacionismo bíblico ou religioso. A diferença entre eles é que o Criacionismo científico mostra apenas o ponto de vista da ciência, ou seja, como a ciência pode provar, através de evidências empíricas, a teoria do criacionismo. Por isso o tema criacionismo em nada se confunde com religião.

 Os temas abordados foram: 
• A origem das teorias
• A origem da informação : Design Inteligente
• A origem do universo: Astronomia e Cosmologia
• A origem da vida: Biologia e Genética
• A origem dos fósseis: Paleontologia e Geologia
• A origem dos bilhões de anos: Métodos e datação
• A origem do catastrofismo: Geofísica e Hidrodinâmica

Apesar de parecer bastante confuso, o Professor Adauto usou uma linguagem bastante simples para que até nós, leigos no assunto pudéssemos entender, e se utilizou de recursos visuais muito bons o que tornou a compreensão muito eficaz e não deixou o período massante ou exaustivo. O conteúdo foi expresso de forma tão estimulante que saímos todos sedentos por mais conhecimento do assunto e admirando ainda mais o palestrante. 

O Evento foi muito bem organizado, e isso nós já esperamos pois vindo de uma Editora tão responsável quanto a Fiel, só pode vir coisa boa! Todo o evento foi filmado e transmitido online ao vivo. Os dvd's da palestra já podem ser encomendados desde já por R$ 30,00 reais, mas corra porque este é o preço promocional, logo o preço aumentará para R$ 50,00. Fique atento também a fan page da Editora Fiel, pois eles estão reprisando algumas palestras gratuitamente.

O evento custou R$ 100,00, com direito a dois dias de palestras, 3 coffe breaks, 1 almoço, certificado de participação e esse material que vocês podem ver aqui abaixo incluindo caderno e caneta personalizados para anotações, o cronograma de palestras, materiais com promoções, projetos e lançamentos da Editora Fiel e um exemplar da Revista "Fé para hoje". 


No local do evento também estavam sendo expostos e vendidos diversas obras publicadas pelo editora Fiel a preços muito especiais. É claro que nós aproveitamos para adquirir alguns livros e dvd's que com certeza vão render muitos "Uso e Recomendo" aqui no blog!

Os materiais que adquirimos são: 

• Como tudo começou - Adauto Lourenço;
• Livro 9 marcas de uma igreja saudável - Mark Dever;
• Dvd's volume I e II da série 9 marcas de uma igreja saudável com pregações de Augustus Nicodemos e Heber Campos Junior, entre outros;
• Gênesis 1 e 2 - Adauto Lourenço;
• Escravo - John MacArthur;
• Fundamentos da graça - Steven J. Lawson
• Esposa excelente - Martha Peace
• A oração muda as coisas? R. C. Sproul


Ainda não li o livro "Como tudo começou" mas como sei que a palestra foi baseada nele, recomendo pra quem não pode participar da palestra.

Ao sair do evento senti que me preocupo com tantas coisas vãs sendo que Deus deixou uma imensidão de coisas maravilhosas a nossa volta para descobrirmos. Creio que todo cristão deve ter o mínimo de conhecimento sobre este assunto tão importante na fé cristã.

Se você quiser ficar atento aos eventos, lançamentos e projetos da Editora Fiel basta assinar o newsletter da editora clicando aqui

Gostaram dessa nova tag? Nos deixem saber pelos comentários :)

Deus te abençoe!

25 fevereiro 2013

Imagens para o Facebook - 25/02

As pessoas costumam falar o tempo todo daquilo que amam, daquilo que move o seu coração. Sendo assim, nós, que amamos a Palavra de Deus, temos que falar dela 24 horas por dia! Deus abençoe!








Os 5 Solas da Reforma Protestante

 Uma Pequena introdução aos Cinco Solas.


O Que são os Cinco Solas ?

 São cinco frases latinas que surgiram durante a Reforma Protestante (sao os 5 principios da reforma protestante)
A palavra latina "sola" significa "somente" em Português, e são pilares essenciais para uma vida e pratica
cristã.
  • Sola fide (somente a fé);
  • Sola scriptura (somente a Escritura);
  • Solus Christus (somente Cristo);
  • Sola gratia (somente a graça);
  • Soli Deo gloria (glória somente a Deus).

Sola Fide

A justificação é somente pela graça, somente por intermédio da fé, somente por causa de Cristo.
Na justificação a retidão de Cristo nos é imputada através da fé como o único meio possível de satisfazer a perfeita justiça de Deus. 

Não é por mérito.


Sola Scriptura

Só a Escritura é a regra inerrante da vida da igreja,unica para constranger a consciência.
 A Bíblia é completa, dotada de autoridade e verdadeira. “Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça” (II Timóteo 3:16).

 

Solus Christus

A Reforma trouxe à Igreja o Evangelho simples dos apóstolos, centrado na suficiência e exclusividade da obra de Cristo para a salvação. A velha confissão de Paulo foi de novo a confissão dos reformadores: "Porque decidi nada saber entre vós, senão a Jesus Cristo e este crucificado" (1Co 2:2)
 

Jesus declarou: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida, ninguém vem ao Pai senão por mim” (Jo 14.6). E, segundo o apóstolo Pedro, “não há salvação em nenhum outro, porque abaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos” (At 4.12).
 

O Cristo revelado nas Escrituras é o Cristo rei, que está para vir — o Juiz de vivos e de mortos, o Rei dos reis e Senhor dos senhores, o Cristo da renovação total.


Sola Gratia

A graça de Deus em Cristo não só é necessária como é a única causa eficaz da salvação. Confessamos que os seres humanos nascem espiritualmente mortos e nem mesmo são capazes de cooperar com a graça regeneradora. 

Quando, porém, se manifestou a benignidade de Deus, nosso Salvador, e o seu amor para com todos, não por obras de justiça praticadas por nós, mas segundo sua misericórdia, ele nos salvou mediante o lavar regenerador e renovador do Espírito Santo, que ele derramou sobre nós ricamente, por meio de Jesus Cristo, nosso Salvador" (Tt 3:3-5) 


Soli Deo Gloria 

Reafirmamos que, como a salvação é de Deus e realizada por Deus, ela é para a glória de Deus e devemos glorificá-lo sempre. Devemos viver nossa vida inteira perante a face de Deus, sob a autoridade de Deus, e para sua glória somente. 

"Ao nosso Deus, que se assenta no trono, e ao Cordeiro, pertence a salvação...O louvor, e a glória, e a sabedoria, e as ações de graças, e a honra, e o poder, e a força sejam ao nosso Deus, pelos séculos dos séculos. Amém!" Ap 7:10-12.  



22 fevereiro 2013

Novo Layout e novidades do Blog!

Depois de muito tempo com o mesmo layout, decidimos dar uma mudada no blog e além de exibir um novo visual, proporcionar mais facilidade na navegação e nas informações do blog. E neste post, vamos mostrar todas as novidades do blog para que você possa desfrutar delas e ter mais facilidade de encontrar as nossas informações.

Novo Layout

Você já deve ter percebido a mudança de cores e fontes no blog. Desta vez abordamos o tema que é muito usado aqui no blog e comentado na igreja: "E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará." João 8:32. Por isso usamos o conceito de gaiolas abertas e pássaros e borboletas voando livres, para mostrar o propósito inicial do Blog Kairós: pregar a Palavra da verdade, libertando vidas condenadas a mentiras e ilusões causados pelas heresias pregadas nos dias atuais.


Botão para voltar ao topo

Uma das novidades do Blog é o botão, na direita inferior da página, para voltar ao topo. Por exibir vários posts, a página inicial é extensa e longa, dificultando a navegação e o acesso ás informações. Sendo assim, com o uso deste novo botão, quando você estiver navegando na parte inferior do blog e desejar voltar para o topo, não vai precisar usar a barra de rolagem, é só pressionar o botão "topo" para voltar a parte superior do blog.


Número das páginas

No antigo Layout, se você quisesse visualizar as postagens anteriores (não exibidas na Página Inicial), teria que ficar clicando o botão "postagens mais antigas" até achar o post desejado e se quisesse voltar a página inicial ou à alguma mais recente, teria que clicar no botão "postagens mais recentes". Mas agora é muito simples encontrar uma postagem antiga! Substituindo estes dois botões, agora as páginas são numeradas, facilitando a navegação entre elas e o acesso a todas as postagens.


Marcadores mais usados

Antes, no rodapé do blog, nós exibíamos todos os marcadores usados nos posts, mas eram muitos! Então, para deixar a visualização mais limpa e clara, agora são exibidos somente os marcadores mais usados e abrangentes.


Cronograma

Quem é leitor do Blog Kairós sabe que seguimos um Cronograma Semanal nos posts. Um exemplo é que todas as segundas-feiras postamos o "Imagens para o Facebook", que mostra várias imagens divertidas e interessantes com textos bíblicos, citações cristãs e trechos de músicas. E agora, para ficar por dentro do nosso cronograma e das postagens que serão colocadas a cada dia é só consultar o Cronograma na direita superior do blog.


Autores

Agora, na parte inferior dos posts, você pode conferir quem foi o autor daquela postagem e clicando na foto que é exibida você pode saber um pouco mais sobre o autor e seu perfil.


Redes Sociais

Agora você também pode twittar, curtir, compartilhar e comentar as postagens direto do blog. É só clicar no aplicativo à esquerda da página.



É possível que nos próximos dias você encontre mais novidades e atualizações, afinal, estamos em fase de reconstrução do blog! Se você tiver alguma sugestão para melhorar o blog, comente este post ou mostre sua sugestão na nossa página no Facebook. Deus abençoe!


Links Legais 22/02

Bom dia, irmãos!

Mais um fim de semana que se aproxima, mas antes os Links legais pra alegrar um pouquinho a sexta feira! E tem coisa melhor do que conhecer a palavra de Deus?


O que é uma igreja pragmática? (via Voltemos ao evangelho)

O que precisamos mais do que qualquer coisa (via Voltemos ao evangelho)

E o jeitinho brasileiro? (via Púlpito cristão)

Novos moldes: o cristianismo do século XXI  ( via A arte de chocar de chocar)










Deus abençoe!

21 fevereiro 2013

Como saber se sou salvo?

"Nisto conhecemos que estamos nele, e ele em nós, pois que nos deu do seu Espírito. E vimos, e testificamos que o Pai enviou seu Filho para Salvador do mundo. Qualquer que confessar que Jesus é o Filho de Deus, Deus está nele, e ele em Deus. E nós conhecemos, e cremos no amor que Deus nos tem. Deus é amor; e quem está em amor está em Deus, e Deus nele. " 1 João 4:13-16



Uma dúvida paira no ar para aqueles que são cristãos: como sei que sou salvo? Como posso ter a certeza de que fui regenerado? Este texto de I João nos explica 3 pontos que devemos observar para ter a certeza da nossa salvação.

1. QUEM É SALVO POSSUI O ESPÍRITO SANTO

João diz que "nisto conhecemos que estamos Nele, e Ele em nós". O Espírito Santo é a garantia da nossa salvação e da nossa herança com Cristo . A palavra de Deus fala que o Espírito Santo é como um selo em nossos corações (II Coríntios 1:21 e 22), como quando enviamos uma carta e o correio exige que colemos nela um selo para comprovar a autenticidade e a validade daquela correspondência. A bíblia também nos conta que o Espírito Santo é o penhor da nossa herança (Efésios 1: 13 e 14), ou seja, a garantia de que um dia receberemos a nossa herança que é a eternidade ao lado do Senhor, a salvação de nossos pecados. 
O Espírito Santo é responsável por aquela mudança de atitude quando conhecemos a Deus, é Ele quem nos faz deixar de fazer algumas coisas e passar a fazer outras, é Ele quem nos faz nos sentir mal por ter cometido algum pecado que antes faríamos sem ao menos nos sentir culpados. O Espírito também é a nossa ligação com Deus, é Ele que leva as nossas orações e cuida de nós, pois o próprio Jesus nos disse que ao ir para o céu não nos deixaria sós mas deixaria conosco o Espírito Santo, que é o Consolador (João 14:16 e 17). Jesus disse ainda que o mundo não pode receber o Consolador, mas Ele é um presente exclusivo para os eleitos, dos salvos! 

Não há como haver salvação se você não conhece o Espírito, e sabemos que temos o Espírito quando sentimos ele nos direcionando, nos mostrando o nosso pecado.

2. É PRECISO CONFESSAR JESUS

É a velha história do "crente agente secreto", ninguém sabe que ele é crente. Mas confessar Jesus não significa que você tem que andar de terno e gravata todos os dias ou carregar a bíblia debaixo do braço, porque você não precisa confessar sua religião, mas precisa confessar Jesus! João diz "Qualquer que confessar que Jesus é o Filho de Deus, Deus está nele, e ele em Deus." 
Como confessar Jesus então? Nos seus atos, no seu jeito de falar, no seu jeito de olhar as coisas, na sua reação as circunstâncias. Pergunte a si mesmo, quando as pessoas olham pra você elas conseguem perceber sem muito esforço que você é cristão? As suas atitudes demonstram quem você serve? Você imita Jesus? Até porque é muito fácil falar "Eu confesso Jesus" com sua boca, mas seu modo de viver transmite isso?

Aquele que é salvo busca ser imitador de Cristo!

3. É PRECISO TER AMOR

Eu li uma vez uma brincadeira que dizia que filho de peixe, peixinho é, logo, se Deus é amor, eu tenho que ser uma amorzinho! (risos) Brincadeiras a parte, a melhor forma de reconhecer se alguém é salvo é ver qual a motivação de todos os seus atos. A maior motivação deve ser o amor! E isso acontece de forma gradual, pública e espontânea. Conforme você vai conhecendo a Deus Ele vai se tornando mais e mais importante em sua vida, por isso é gradual, não é instantâneo. É público pois uma vez que Deus entra em você, você não pode mais escondê-lO, pois Ele transparece em tudo o que você faz e onde você for. E é espontâneo porque você não precisa se esforçar demais, conforme a sua comunhão com Deus cresce o amor será mais evidente em você, e será mais fácil e mais natural praticá-lo.

Se você é salvo certamente transparecerá o amor de Deus.


Observe estas 3 características, se você sente elas em você, ou sente a necessidade de buscá-las saberá que é salvo, pois o Espírito nos fala que somos filhos de Deus. (Romanos 8:15 e 16)

Deus te abençoe!

#Deusfalanotwitter - 21/02

Mais uma edição do #Deusfalanotwitter!!!! Abra o seu coração e sinta Deus falar com você!





"Alguns conflitos podem ser resolvidos apenas com um ato de graça. Os discípulos de Jesus não tinham razões para duvidar  do Seu amor. Por que você não faz o mesmo?"




20 fevereiro 2013

Não nos cansemos do bem

"E não nos cansemos de fazer o bem, pois no tempo próprio colheremos, se não desanimarmos." 



Eu vejo com frequência cristãos cansados, exaustos. Com frequência ouvimos  exclamações parecidas com "Não estou ganhando nada por ser bom" ou "Eu tento ajudar os outros e só me dou mal". As pessoas se cansaram de fazer o bem. Existem poucos momentos tão tristes quanto aqueles em desistimos de fazer o bem. Acontece que este bem que fazemos não vem de nós, mas do Espírito agindo em nós, pois sem Ele nada poderíamos fazer de bom. Quando nos cansamos de fazer o bem significa que nos cansamos de ouvir o Espírito, de fazer o que Ele nos manda ou que talvez todos os nossos atos bons tenham sido movidos por orgulho e auto apreciação, e não pela vontade de ver o bem. 

A nossa comunhão com o Espírito é que nos faz ansiar pelo bem, porque quanto mais longe do Espírito mais próximos estaremos de nós mesmos, e quanto mais próximos de nós mesmos piores seremos. Portanto a nossa insistência em praticar o bem vem da comunhão que temos com Deus, pois o Espírito é quem nos convence do nosso pecado e coloca em nós o desejo de praticar o bem, de forma que se nos cansarmos de fazer o bem é porque estamos longe do Espírito e a nossa comunhão com Ele não está tão forte. 

Mas se buscarmos ouvir a voz do Espírito através da comunhão com Ele, nossos corações serão cheios dos Seus frutos, descritos em Gálatas 5, versículo 22 e 23. É dessa forma que passamos a ter compaixão, empatia, ética. É dessa forma que passamos a deixar de lado o cansaço do bem, ou a desilusão de que ele não leva a lugar nenhum e passamos a ter prazer em orar pelo irmão da igreja, em chorar por aquele que passa necessidade, se compadecer da miséria, escolher ser ético mesmo que não lhe traga benefícios, amar o próximo mesmo sem ser correspondido, perdoar mesmo sem ser reconhecido. O Espírito é quem nos leva a buscar incessantemente o bem!

Mas apesar de ser tudo por causa do Espírito Santo de Deus, ele ainda assim nos recompensa pelo bem que fazemos, como podemos ver na segunda parte do versículo "pois no tempo próprio colheremos, se não desanimarmos". Ele nos abençoa por algo que Ele mesmo nos move a fazer! Esta é uma motivação para não nos cansarmos do bem, pois mesmo que ninguém veja, Deus vê cada um dos nossos atos e a intenção do nosso coração neles.

Não se canse do bem, não se canse de buscar comunhão com Deus. Que antes disso nos cansemos do nosso pecado! Busque estar perto de Deus e o bem será cada vez mais o seu alvo!


Deus te abençoe!

Uso e Recomendo - Mensagens para Jovens do Blog Fiel


Hoje é quarta-feira, dia de Uso e Recomendo aqui no blog! E hoje, quero falar um pouco sobre uma seção do Blog Fiel (Blog da Editora Fiel) que é direcionada aos jovens. 

Este blog possui mensagens, vídeos e trechos de livros publicados pela editora, com o objetivo de auxiliar as igrejas e falar da Palavra de Deus. Mas hoje quero me aprofundar a seção de mensagens para jovens, que me chamou muito a atenção. 

O que achei interessante sobre os posts para jovens do blog fiel é que, na maioria das vezes, quando as pessoas vão escrever para adolescentes, fazer culto de jovens etc, elas falam de coisas mais leves, mensagens mais simples e muitas vezes sem conteúdo forte e que gere arrependimento e mudança de vida. Mas pelo contrário, o blog fiel escreve aos jovens falando de coisas do dia a dia deles como: namoro, trabalho, crescimento, adaptações, lutas contra a carne, mas sempre se baseando na Bíblia e confrontando o pensamento mundano que alguns jovens cristãos podem ter. 

Outro ponto muito forte sobre estas mensagens é que os seus autores conseguiram falar de assuntos fortes e, muitas vezes, sérios sem deixar a linguagem pesada e cansativa, atraindo a atenção dos mais jovens e facilitando o seu entendimento. 

Entretanto, recomendo a leitura deste blog para os adolescentes, principalmente pelos assuntos que eles abordam. Os temas das mensagens surgem de muitas dúvidas e problemas que a maioria dos jovens têm hoje em dia. É uma ótima forma de esclarecer as dúvidas e crescer espiritualmente no pleno conhecimento de Deus e do que condiz com a vida cristã. 

Para ler as mensagens, basta clicar neste link: http://www.blogfiel.com.br/tag/jovens ou entrar no blog fiel e pesquisar a palavra ‘jovens’ na caixa de busca. 

Espero que Deus se revele a você através deste blog e que você possa conhecer mais Dele e crescer a cada dia mais em Sua presença. Fique com Deus!

19 fevereiro 2013

Kirk Franklin - Declaration (This is it)


Com certeza você já conhece o Kirk Franklin ou já ouviu falar dele. Aqui mesmo, no blog, já recomendamos vários CDs dele. E apesar de ser conhecido por sua dedicação e excelência em seus trabalhos como regente e produtos musical gospel, Kirk também é conhecido por suas lindas e tocantes composições. E hoje vamos falar um pouco sobre este lindo clipe de Kirk Franklin.

A tradução do nome da música (Declaration - this is it) é Declaração - É isso aí! E este é um dos vídeos que mais gosto do Kirk Franklin pela mensagem que ele passa. A música é uma declaração de vitória ao inimigo, mostrando a certeza e a convicção que devemos ter em Cristo Jesus, que somos mais que vencedores. 

Mas o que me chamou a atenção foi que, no vídeo, Kirk mostra uma luta e, como seu adversário, ele escolheu mostrar a si mesmo. Muitas vezes nós pensamos que o nosso maior inimigo é o diabo, ou as forças das trevas, mas como está escrito em Gálatas 5.17: "Porque a carne luta contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes se opõem um ao outro, para que não façais o que quereis.". Por isso, nossa vida é uma guerra constante, pois devemos lutar contra nós mesmos, contra a nossa carne, contra a nossa vontade.

Mas cá entre nós, esta luta não é fácil! Existem dias que nós queremos desistir de tudo e a nossa carne acaba vencendo. Mas quis falar deste vídeo justamente por isso, pois nestes dias, só o que queremos é uma palavra de ânimo e um conforto, nos mostrando que não podemos desistir. E é exatamente sobre isto que fala a música! A graça de Deus nos fez vencedores e mesmo que a luta contra nós mesmos seja difícil e contante, não podemos desistir. Jesus já pagou o preço da nossa vitória.

Que você possa redobrar seu ânimo através desta canção e voltar pra guerra com toda força! Deus abençoe!

Comunhão e união com Deus - Há diferença?

Hoje gostaria de dividir com vocês este texto muito interessante que li no blog do irmão Josemar Bessa.




Quando eu ainda era um adolescente aprendi uma lição fundamental para minha vida espiritual com John Owen (1616-1683 – um dos maiores, senão o maior teólogo Puritano). 

John Owen nos mostra uma distinção essencial entre união e comunhão com Deus. Como isso foi importante em minha vida. Como é fundamental entendermos isto. Nós, homens regenerados, somos unidos a Cristo no Pai pelo Espírito Santo. Esta união, é fundamental entendermos, é uma ação unilateral de Deus, na qual aqueles que estavam mortos em delitos e pecados, são feitos vivos, os que era trevas se tornam luz, os que eram escravos do pecado são libertos para amar a santidade, se deleitar nela...

Quando a Bíblia fala em “união”, deve ficar claro para nós, que o homem é meramente receptivo, sendo tão somente o objeto da ação graciosa e soberana de Deus. Este é o estado e condição de todos os homens que de fato foram regenerados, de todos os que foram feitos santos em Cristo por seus méritos infinitos.

Comunhão, é diferente – comunhão com Deus é distinta da união. Todos aqueles que estão assim em Cristo – unidos desta forma – são chamados a responder ao abraço amoroso de Deus. Enquanto a união com Cristo é algo definido e definitivo, a experiência da comunhão com Cristo pode flutuar, variar em intensidade.

Por que é essencial perceber isso? Essa é uma distinção teológica e experiencial nevrálgica, pois protege – e em nossa época de conhecimento bíblico tão raso, como temos perdido essa distinção – ela protege a verdade bíblica de que somos salvos pela soberana, radical e livre graça divina.
Essa distinção mostrada por John Owen é fundamental também porque ela protege a verdade bíblica de que os verdadeiros filhos de Deus tem uma relação com o seu Senhor, e como um relacionamento, há coisas que podem ajudar ou atrapalhar o mesmo.

Não dá espaço como se conviver com o pecado baseado na união, pois esta difere da comunhão. Quando um crente se sente confortável com o pecado ( por comissão – fazendo o que não deve fazer, ou por omissão – deixando de fazer o que é ordenado ), este inexoravelmente afeta o nível de intimidade dessa pessoa com Deus. A comunhão está sendo quebrada.

Não é que o amor do Pai cresce ou diminui para com seus filhos (adotados em Cristo) de acordo com suas ações, pois seu amor é inabalável e cumprirá o seu propósito – que não é simplesmente levar ao céu – mas depois de justificar, santificar até a glorificação, operando novos desejos, dando novas capacitações... transformando de “glória em glória” na mesma imagem de Cristo – mas o pecado tende a isolar o crente, fazendo-o sentir-se distante de Deus – o que será uma flecha cravada num coração se este for regenerado. Então junto com isso virá as acusações, tanto de Satanás quando da consciência, o que pode levá-lo a se preocupar de estar de novo sob a ira de Deus. Na verdade, porém, a comunhão foi quebrada – e precisa ser restaurada – mas a união está lá – os santos não estão sob a ira, mas na sombra segura da cruz.

Mas devemos lembrar que o propósito da união e levar a comunhão cada vez mais profunda – esse é o objetivo – Embora a consistência e vida comprometida de um santo em oração, adoração, meditação bíblica... não sejam as coisas que fazem Deus o amar mais ou menos, essas atividades – que manifestam o pulsar da nova vida – promovem a bela experiência de comunhão crescente com Deus, o que todo coração regenerado deseja ardentemente.

A negligência dessas coisas ameaçam a comunhão, mas não a união. E é exatamente isso, essa união eterna, que estimula o verdadeiro filho de Deus a abandonar o pecado contra Deus, que sempre é rápido em perdoar por amor a Cristo, e sempre abundante em compaixão misericordiosa, e fiel em seu amor sem fim por aqueles que estão em Cristo.

Obediência é fundamental – que possamos entender quão fundamental é o ponto no qual John Owen quer que nos fixemos. Obediência cristã é fundamental, mas sempre como o resultado desta união da qual o homem é, como dissemos, meramente receptivo, e não o terreno para que ela seja possível. A união, na qual somos apenas receptivos e o único caminho – e é inexorável em seu resultado – para a comunhão. Deve ficar claro para nós, homens regenerados, que desta realidade pessoal da união com Cristo e do Espírito Santo, flui naturalmente ativa comunhão – pois esse é o propósito da união, levar inexoravelmente a uma vida de santidade na qual somos dia a dia transformados na imagem de Cristo nos deleitando em tudo que Deus é para nós em Cristo. Novos corações que amam tudo que Deus é, são novos corações que amam a santidade sem limites, pois ela nada mais é que a expressão do caráter do Deus que é santo, santo, santo. Em comunhão nós adoramos a Deus na única maneira possível: na “beleza da Sua santidade” – Salmos 96.9

Deus te abençoe!

18 fevereiro 2013

Deitando sobre a benção

"Durante a noite morreu o filho desta mulher, porque se deitara sobre ele. " 1 Reis 3:19




Na pregação do culto de ontem o Pastor falou sobre um texto bastante conhecido, onde duas mulheres recorrem ao rei Salomão para que decida quem é a verdadeira mãe do filho que vive, já que ambas possuíam filhos, mas uma das crianças morreu. Mas o centro da mensagem ocorreu quando falamos sobre como pode uma mãe chegar a tal ponto de se esquecer do próprio filho.

Quando nasce uma criança a mãe logo se torna algo parecido com o Godzilla ou o King Kong, não há nada que a impeça de cuidar do seu filho, nada mais importante do que a sua saúde, seu bem estar. Com o passar do tempo vem a experiência e ela passa a se tranquilizar, mas nos primeiros dias o bebê não precisa nem ao menos chorar durante a noite para que ela acorde para checar se está tudo bem. Como poderia esta mãe chegar a dormir em cima de seu próprio filho a ponto de matá-lo? Como ela pôde não perceber que estava agindo de forma tão relapsa?

Mas este episódio é comparado ao nosso comportamento diante das bençãos que Deus tem nos dado. Veja o privilégio que temos em poder cultuar a Deus, em ter a bíblia sempre a mão, em ter ao nosso alcance um líder espiritual que nos aconselhe enquanto outras pessoas em outros lugares sonham em ter acesso a estas benção. E o que nós temos feito com isso? Muitas vezes dormimos em cima da benção, agimos de forma relaxada que não condiz com a nossa responsabilidade. Como pode uma mãe dormir sobre seu próprio filho? E como podemos nós, a quem foi revelada tamanha graça e poder de Deus, continuarmos agindo de forma negligente ? Como podemos não evangelizar, não ler, não orar? Como podemos murmurar tanto? Como podemos simplesmente fechar os olhos para Sua misericórdia que nos assiste toda manhã?

No versículo 20 a bíblia conta que a mulher se levantou e viu que o menino estava morto, mas não percebeu que seu filho tinha sido trocado. da mesma forma, se você não prestar atenção estará perdendo a sua benção e nem ao menos se dará conta de que isso aconteceu. Nós precisamos estar atentos a nossa vida espiritual e agir no momento em percebermos o nosso erro. Portanto, não espere começar um novo ano, não espere alguém te falar, não espere chegar a manhã, comece hoje mesmo a agir com mais cuidado e atenção com aquilo que Deus te deu!

Tome cuidado, você pode estar dormindo sobre aquilo que você tem de mais precioso!

Deus te abençoe!

Imagens para o Facebook - 18/02

Pra nós aqui do blog, a segunda-feira não é dia de preguiça e mal o humor não... Segunda é dia de falar de Jesus no Facebook! Vamos começar agora?








15 fevereiro 2013

Links Legais 15/02

Bom dia, irmãos!

Hoje teremos mais uma edição do Links Legais!


Hernandes Dias Lopes - Alegrai-vos sempre no Senhor (via Voltemos ao Evangelho)

O dia em que o avião Francis Schaeffer quase caiu (via Jumenta de Balaão)

Comunhão e união com Deus - Há diferença? (via Josemar Bessa)

Por que tantos rótulos? (via Vlog do Yago)

O que eu devo procurar em um homem? (via Yago Martins)

A amizade consola o abatido (via Yago Martins)

Todo mundo quer levitar (via Eu sou mais crente que você)


Deus abençoe!

Ministrando para a alma


”Bendize, ó minha alma, ao SENHOR, e não te esqueças de nenhum de seus benefícios. Ele é o que perdoa todas as tuas iniquidades, que sara todas as tuas enfermidades, que redime a tua vida da perdição; que te coroa de benignidade e de misericórdia.” 
Salmos 103:2-4 

Todos nós temos dias ruins. Não existe ninguém que não tenha passado por aquele dia em que não queria ter levantado da cama, ou aqueles dias em que tudo dá errado. Dias de medo, fúria, ódio, mágoa e dor. E muitas vezes, nesses dias difíceis, nossa alma não consegue ver a mão de Deus. Os nossos olhos, embaçados pelo desespero e pela correria do dia a dia são impedidos de enxergar o propósito do Senhor nestas dificuldades. Mas veja o que a Bíblia nos ensina a fazer nestes dias: Ministrar para a nossa própria alma. 

Veja quão interessante é este salmo. O autor não está ministrando para outra pessoa, mas ele adverte a sua própria alma a confiar em Deus, e é isto que devemos fazer. Quantas vezes nós olhamos para o nosso próximo e o vemos cabisbaixo e sem fé e sendo assim, decidimos ministrar a Palavra de Deus a ele, mostrando todos os seus feitos maravilhosos para nós? Mas quando passamos por dias ruins nos esquecemos de ministrar ao nosso coração, não encontramos forças para confiar em Deus e deixamos a nossa alma, que é fraca, abater o nosso espírito, ao invés de fazermos o contrário. 

Mas como pregar para a própria alma? Você deve estar se perguntando. Parece difícil, pois, quando ministramos fé para alguém, tiramos do nosso ânimo para dar a outra pessoa, mas como poderei animar a mim mesmo, sendo que não possuo forças para fazê-lo? É simples, veja os versos 3 e 4 deste salmo: “Ele é o que perdoa todas as tuas iniquidades, que sara todas as tuas enfermidades, que redime a tua vida da perdição; que te coroa de benignidade e de misericórdia.”. O salmista mostra a sua alma o que Deus já tem feito por ele e prova que o Senhor é fidedigno em suas promessas. É certo que Ele cuidará de nós. 

Quando nos lembramos do que Deus fez por nós, ao perdoar as nossas iniquidades, que são infinitas, e nos trazer para o seu Reino de Luz, nos tirando das trevas e dando o amargo castigo que merecíamos ao seu filho amado, provamos a nós mesmos o quão bondoso é o Senhor. Não precisamos de palavras de encorajamento vindas de outras pessoas mais animadas e felizes que nós, ou de profecias alegres e que vão de encontro com o desejo do nosso coração. Uma alma carente e dolorida só precisa saber do caráter fiel e infalível de Deus para ser curada. Deus abençoe a sua vida e te lembre sempre de como Ele é bom e da grandeza de sua Misericórdia para conosco.

14 fevereiro 2013

#Deusfalanotwitter - 14/02

Mais uma edição abençoada do #Deusfalanotwitter!!!! Como diria Jesus: "Quem tem ouvidos para ouvir, ouça!".





"Relacionamentos não prosperam porque o culpado é punido, 
mas porque o inocente é misericordioso!"





"Aquele que salvou sua alma quer refazer seu coração. Vamos fixar nossos olhos em Jesus. Talvez ao vê-lo, nós veremos o que podemos nos tornar!"

Posts relacionados

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...