25 novembro 2011

Em busca da bênção

O texto sagrado de Rute capítulo 1 mostra a história de Elimeleque, que por causa da fome e seca que acontecia em Israel, resolveu mudar de vida, e com isto mudou-se para as terras de Moabe, um país adversário da nação judaica, que adoravam outros deuses, ídolos, e viviam numa vida pecaminosa e errante, porem não havia fome naquele lugar, e aos olhos de Elimeleque, era compensadora a mudança.

QUAL O SIGNIFICADO DE BELÉM DE JUDÁ

Elimeleque morava em Belém de Judá, e esta terra passava por uma fome muito grande, a miséria estava presente na vida de todos, porém era uma cidade onde Deus tinha grandes planos, pois ali iria nascer o Cristo, dali sairia o salvador do mundo, não era apenas uma cidade, era o berço da salvação, Deus estava presente em tudo, em cada família, em todas as gerações, e embora houvesse fome e miséria, havia promessas de grandes bênção para aqueles que permanecessem na presença e vontade de Deus.

PORQUE ELE DEIXOU O SEU DEUS

Havia fome nas terras de Belém de Judá, e Elimeleque, pai de dois filhos, talvez passou noites e noites sem dormir, chateado, angustiado, triste, pensando no alimento da família, no futuro de seus filhos, e ao olhar para a miséria, tomou a decisão de deixar o seu Deus, trocando-o por uma terra melhor, que os boatos da época diziam ser a terra das oportunidades.

Hoje as coisas não são diferentes, quantos estão desempregados, ganham mal, sem condições de sustentar a família, passam noites e noites sem dormir, pensando na fome, na miséria, muitos tentam o suicídio, e começam a olhar para uma vida melhor, a terra da promessa, um lugar melhor ( aos seus olhos ) , mas com certeza, longe da graça de Deus, isto porque terão que ignorar seus princípios cristãos, abandonar uma vida na presença de Deus. Este é um caminho que somente aos olhos parece bom

Provérbios 14:12

caminho que ao homem parece direito, mas o fim dele são os caminhos da morte.

É POSSIVEL ESTAR LONGE DE DEUS SEM PECAR ?

Elimeleque estava a procura de uma nova vida, queria algo melhor para sua família, um futuro feliz aos seus filhos, e só por esta razão tomou a decisão de mudar de Belém de Judá para as terras de Moabe, isto parece muito simples, quem não faria o mesmo, visto que haviam noticias de que em Moabe havia muita prosperidade, talvez eu e você fizesse o mesmo.

Mas também Elimeleque deve Ter pensado “ Eu vou até lá, mas não deixarei o meu Deus ” “ Ganharei muito dinheiro, e voltarei para o meu Deus ” , que infantilidade da parte dele, pois não se pode deixar a Deus e ganhar uma vida melhor, não dá para ficar longe de Deus e Ter sorte na vida, pelo contrario isto é impossível.

A MISÉRIA NÃO ESTA NA TERRA E SIM NA FÉ

Quando Elimeleque mudou para Moabe, ele foi com sua esposa Noemi e seus dois filhos, porém não demorou muito para ele perceber que a miséria não estava na terra, e sim em sua fé, em seu coração, pois deixando uma terra de miséria e fome, e indo para um lugar de abundancias e prosperidade, a sorte não mudou para Elimeleque, pelo contrario, ele morreu e em seguida seus dois filhos, ficando somente Noemi.

O chamado azar não deixou Elimeleque, ele continuou na miséria, isto porque havia mais miséria em seu coração, em sua fé para com Deus, o problema não estava na terra e sim em sua vida perante seu Deus, não adiantou mudar de país, não adiantou ir para bem longe, pois ele levou consigo a fé miserável, ele levou consigo a dúvida, o descontentamento de andar com o Deus verdadeiro.

Isto vemos melhor ao ler o Vers. 22, que diz que Noemi voltou para Belém de Judá, pois ouviu dizer que Deus se lembrou de seu povo dando lhe o pão, ou seja depois que Elimeleque saiu, saiu também a fome, o problema não estava na terra e sim na fé de Elimeleque.

QUANDO ELE SAIU DEUS ABENÇOOU OS QUE PERMANECERAM

Quantas pessoas não fazem uma campanha de tantos dias, e num determinado dia resolvem ver o jogo, a novela, ir a um aniversário, ou visitar a família, pensando eu vou outro dia, em outras palavras foi a mesma coisa que Elimeleque pensou, porém não deu certo, visto que Deus foi no dia em que ele não estava.

Você marca um compromisso com Deus, e não comparece no dia marcado, a culpa não é de Deus e sim sua.

É NECESSÁRIO VOLTAR PARA JUNTO DO PAI

Quando Noemi, agora viuva, sem os filhos, percebeu o erro que cometeu ao sair de Belém de Judá, e que Deus se lembrou do povo, dando lhes o pão, ela se arrependeu amargamente por Ter deixado a vontade de Deus para ir em busca da “ terra das oportunidades ” , e imediatamente voltou para Belém de Judá, e com isto a sorte esteve ao lado dele.

Assim amigo ouvinte, faça o mesmo, volte para a vontade de seu Deus, se arrependa de Ter abandonado a vontade de Deus.

A ultima que morre



É o que todo mundo diz: a esperança é a última que morre. Mas morre. Como fazer para mantê-la viva ? Antes de responder essa pergunta, acho que uma outra tem de ser respondida primeiro: por que a esperança morre?


Essa é uma questão, cuja resposta, talvez, seja tanta quanto há de seres humanos. Entretanto, há uma história na Bíblia que, penso, apresenta uma causa mortis que, provavelmente, está por detrás da maioria dos óbitos. Está registrada no evangelho escrito por João (discípulo de Jesus), no capítulo 5, do verso 2 ao verso 15. Havia em Jerusalém, no tempo de Jesus, um tanque chamado betesda, onde, segundo crença da época, de quando em quando, descia um anjo.


O anjo agitava a água do tanque e quem primeiro entrasse nele, enquanto a água era agitada, era curado de toda e qualquer enfermidade. Você pode imaginar o nível de superlotação do lugar !


Entre os enfermos, havia um tetraplégico que já estava neste estado há 38 anos, pode-se imaginar há quanto tempo ele freqüentava o lugar (já fazia parte da paisagem, pobre homem!), antes mesmo de Jesus nascer, ele já estava doente, e possivelmente já estava tentando a cura.


Jesus aproximou-se dele (talvez ninguém o notasse mais, porém, Cristo o notou) e perguntou-lhe: você quer ser curado? Sabe o que ele respondeu? "Senhor, não tenho ninguém que me ajude a entrar no tanque quando a água é agitada. Enquanto eu estou tentando entrar, outro chega antes de mim."


Jesus fez uma pergunta e ele respondeu outra. Ele havia perdido a esperança. E por que a perdeu ? Por falta da solidariedade humana: "não tenho ninguém...".


Há muito milagre esperando por solidariedade humana para acontecer. E a ausência desta é, penso, a mais incidente causa mortis da esperança.


O pior é que, quanto mais observamos a sociedade em que vivemos, mais e mais nos damos conta da escassez progressiva da solidariedade.


Como evitar a morte da esperança?


Lembrar que há uma solidariedade que nunca desaponta: a divina.


"Não tenho ninguém" - disse o homem. "Tem a mim" disse Deus em Cristo Jesus. Jesus o curou.


Não perca a esperança. Por que? Porque, desde há 2000 anos, Jesus Cristo está passando por aqui: ouvindo aos que ninguém mais ouve; notando os que ninguém mais nota; socorrendo aos que ninguém mais socorre. Gerando, até mesmo, solidariedade entre os homens. É o que a Bíblia chama de tempo da graça. Clame a Jesus Cristo, ele está mais perto do que você imagina.


Jesus não ligou para sua resposta, na verdade não viu nele esperança, não viu nele fé, não viu nele motivação, ninguém orou por ele, ninguém o evangelizou, ou o convidou para ir a igreja, mesmo assim Jesus foi até Ele, e havia centenas de pessoas enfermas naquele lugar, mas somente ele foi curado, Assim o Cristo vivo, vai até você, e o cura, não somente sua doença na carne, mas ressuscita sua esperança, a esperança de viver em cristo, de ter seu nome escrito no livro da vida, e de viver a vida que Cristo conquistou na cruz por você.



Aleleuuuuuuuuiiiiiiiia a esperança Ressuscitou

05 novembro 2011

Posts relacionados

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...