31 julho 2012

Devocional: O novo mandamento do amor


"Um novo mandamento vos dou: Que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós, que também vós uns aos outros vos ameis. Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros." João 13:34-35



Ouvi recentemente uma pregação que citava este texto e resolvi procurá-lo. Aqui Deus nos dá 3 grandes ensinamentos:

1- Um novo mandamento

A esta altura Jesus já estava se despedindo dos discípulos, pois logo seria crucificado por nós. Mas antes de ir, Jesus teve uma conversa com os discípulos, a fim de confortá-los e alertá-los sobre o que havia de vir. O interessante é que em suas últimas palavras Jesus aproveitou para deixar um novo mandamento. Ele podia ter deixado esse mandamento no antigo testamento, junto com os outros 10 (Êxodo 20) ou podia ter deixado enquanto falava sobre os novos mandamentos no sermão da montanha (Mateus 5:19-47). Porém sabendo que Ele não deixou para aquele último momento porque se esqueceu ou algo assim, sabemos que Ele reservou este momento especial para tratar do assunto. Era algo tão importante que Jesus não poderia morrer sem ter falado aos discípulos. Jesus certamente, sendo o próprio Deus, tinha poder para criar quantos mandamentos extras quisesse, mas Ele escolheu somente este.


2- Como eu vos amei

A bíblia diz que não há maior amor que o de Cristo (João 15:13), e que o próprio Deus é amor (I João 4:8), imagine como podemos nós amar o nosso irmão como Cristo nos amou? Isso é algo tão grande e tão profundo! O amor que conhecemos, que partilhamos aqui é um amor que está condicionado a personalidade, beleza, tratamento, condições financeiras. Mas Deus nos amou incondicionalmente, quando ainda éramos pecadores e quando não havia nada de agradável ou atraente em nós (Romanos 5:8). Ouvi certa vez que nós amamos "como", "porque", "quando" e "se"; mas Deus ama "apesar de".

Em I Coríntios 13 o Apóstolo Paulo discorre sobre o amor de Deus. Ele diz que o amor é sofredor, é benigno, não é invejoso, não se ensoberbece, não é indecente, não se irrita, não busca seus próprios interesses, nunca falha, tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta etc.

Quando Deus fala para amarmos como Ele amou, Ele quis mostrar que não é para amarmos como aprendemos a amar, mas com o amor de Deus. O nosso amor é pretensioso, é arrogante, é cheio de segundas intenções, é condicional, é temporário, é impaciente. O amor de Deus é perfeito, como Deus é perfeito, porque Deus é amor. Não busque amar segundo os parâmetros humanos, mas segundo o padrão de Deus.


3- Nisto conhecerão

Quando alguém olha para uma criança e seu pai é possível notar semelhanças em sua feição, em seus traços e até em seu modo de agir. Nós somos filhos adotivos de Deus, porém o que leva as pessoas a saberem que somos seus filhos não é a semelhança em nosso rosto, mas o amor. Jesus disse que as pessoas saberiam identificar um discípulo de Cristo por causa do amor que tinham uns pelos outros.

Há pessoas que passam facilmente desapercebidas e ninguém nota que são cristãs, e há outras pessoas que podem falar da palavra com autoridade, mas não são reconhecidas como discípulos. Sabe porque? Por causa do amor. Não se conhece um discípulo porque tem conhecimento da palavra, porque canta bem, porque prega bem, porque usa terno todos os domingos, porque está sempre com a bíblia debaixo do braço ou por causa do seu jeito de falar; todas estas coisas podem ser sinais de que alguém é cristão, mas não são a garantia, todas estas coisas podem ser forjadas. A única coisa que nos faz cristão é o amor, esta é a nossa semelhança com Deus, como um filho que se assemelha ao seu pai. O amor testifica que somos filhos de Deus. Quando virem em nós o amor que habitou em Cristo, reconhecerão em nós o próprio Deus.


Procure seguir o mandamento de Cristo, amar com o amor de Cristo e todos verão que você é filho de Deus!

Deus o abençoe!

Que parte você tem escolhido?



“E respondendo Jesus, disse-lhe: Marta, Marta, estás ansiosa e afadigada com muitas coisas, mas uma só é necessária;
E Maria escolheu a boa parte, a qual não lhe será tirada. “ Lucas 10:41-42

Tenho certeza de que você reconhece esta história, e também já ouviu milhares de mensagens sobre ela, mas eu gostaria de me apegar a uma coisa que nunca tinha percebido.

Neste texto, Jesus foi recebido por Marta, em sua casa. E ela, preocupada com a casa, a comida, as tarefas em geral, não deu a devida atenção ao que Jesus estava ensinando. Mas não bastando em se preocupar com as coisas erradas, Marta ainda pediu que Jesus chamasse a atenção de sua irmã, Maria, para que a ajudasse (Lucas 10.40) E Jesus disse a famosa frase: “Maria escolheu a boa parte, a qual não lhe será tirada!”.

Disto tudo você já sabe, mas agora, observe comigo o texto de João 12: “Foi, pois, Jesus seis dias antes da páscoa a Betânia, onde estava Lázaro, o que falecera, e a quem ressuscitara dentre os mortos.
Fizeram-lhe, pois, ali uma ceia, e Marta servia, e Lázaro era um dos que estavam à mesa com ele.
Então Maria, tomando um arrátel de ungüento de nardo puro, de muito preço, ungiu os pés de Jesus, e enxugou-lhe os pés com os seus cabelos; e encheu-se a casa do cheiro do ungüento.”

Neste texto, Jesus voltou a casa de Marta, e ela, continuava a mesma, leia o verso 2: “Fizeram-lhe, pois, ali uma ceia, e Marta servia...”. Depois do ocorrido de Lucas 10, onde Jesus chamou a atenção de Marta na frente de todos, não seria óbvio ela ter prestado mais atenção nas coisas espirituais? E você, no lugar de Marta, já não teria mudado? Ou será que você iria continuar “servindo”?

Quantas vezes Deus chama a nossa atenção durante o culto, ou numa mensagem na internet, ou talvez Ele mesmo vem e fala conosco, diretamente e nós continuamos os mesmos, continuamos servindo ao pecado, ao nosso ego, as nossas preocupações ao invés de ficarmos perto de Jesus, ouvindo seus ensinamentos, como fez Maria. E você pode pensar: “Por que Marta não foi como Maria?” ou “Por que ela continuava servindo enquanto Maria adorava a Deus?”. A resposta está no verso 42 de João 10: “E Maria escolheu a boa parte, a qual não lhe será tirada.”. O Espírito Santo deu a Maria uma visão espiritual que não deu a Marta, e depois disto, Maria nunca mais foi a mesma, ela sempre estava buscando adorar a Deus, aprender mais Dele, ela também continuou a mesma, só que a sua parte era boa, era agradável aos olhos de Deus. Quando Jesus disse que a boa parte não seria tirada de Maria, Ele quis dizer que ela não iria mudar, esta visão espiritual, este desejo de agradar a Deus não seria tirado de seu coração.

Mas e você, será que você tem escolhido a boa parte? Será que quando Deus chama a sua atenção você se dispõe a mudar, ou continua “servindo”? Olhe para a sua vida hoje e responda para você mesmo: “Que parte eu tenho escolhido?”

30 julho 2012

A fábula do porco espinho



A paz do Senhor!

Uma irmã muito amada de nossa igreja publicou esta fábula no facebook, achei muito interessante e decidi compartilhar com os amados irmãos!


Durante a era glacial, muitos animais morriam por causa do frio.
Os porcos-espinhos, percebendo a situação, resolveram se juntar em grupos, assim se agasalhavam
e se protegiam mutuamente, mas os espinhos de cada um feriam os companheiros mais próximos,
justamente os que ofereciam mais calor.
Por isso decidiram se afastar uns dos outros e começaram de novo a morrer congelados.
Então precisaram fazer uma escolha: ou desapareciam da Terra ou aceitavam os espinhos dos companheiros.
Com sabedoria, decidiram voltar a ficar juntos.
Aprenderam assim a conviver com as pequenas feridas que a relação com uma pessoa muito próxima podia causar, já que o mais importante era o calor do outro.
E assim sobreviveram.
Moral da História
O melhor relacionamento não é aquele que une pessoas perfeitas, mas aquele onde cada um aprende a conviver com os defeitos do outro, e admirar suas qualidades.


Você deve ouvir com frequencia que o verdadeiro amor ou a verdadeira amizade não nos fazem sofrer, não nos machucam, mas isso não é verdade. A verdade é que todos nós, sem exceção somos ruins e cometemos erros, o único que não comete erros é Deus! Não adianta entramos em relacionamentos com a ilusão de que nunca iremos nos decepcionar. Pensamos de formas diferentes e materializamos nossos pensamentos de formas diferentes, mas importa para Deus que vivamos em comunhão. Ele não deseja de forma alguma que fiquemos sós (Eclesiastes 4:8-12).

Precisamos aprender a conviver com os defeitos dos outros e a reconhecer suas qualidades. Precisamos aprender a perdoar rapidamente e a ter mais compaixão e empatia. É impossível amar a Deus e não amar o nosso irmão (I João 4:7-8).

Viver em comunhão não é uma opção, é um mandamento e uma benção para nossas vidas! Além disso, não é algo que um dia teremos aprendido completamente, é um exercício para uma vida toda! Pode ser difícil as vezes, mas o resultado será sempre gratificante!

Deus o abençoe!

Leia também: Mateus 22:39 e Mateus 5:43-47

Confiança incondicional

"Responderam Sadraque, Mesaque e Abednego, e disseram ao rei Nabucodonosor: Não necessitamos de te responder sobre este negócio. Eis que o nosso Deus, a quem nós servimos, é que nos pode livrar; ele nos livrará da fornalha de fogo ardente, e da tua mão, ó rei. E, se não, fica sabendo ó rei, que não serviremos a teus deuses nem adoraremos a estátua de ouro que levantaste." Daniel 3:16-18




A paz do Senhor, irmãos!

Ontem o Pastor Edson pregou a respeito da confiança incondicional. Ele disse algo muito interessante, que se não é incondicional então não é confiança, pois a confiança em si não remete a condições ou "poréns". Não se confia em alguém "porque' ou "por causa", simplesmente se confia. E toda pessoa que diz confiar em alguém, porém precisa de alguma confirmação ou crédito, não está realmente confiando. A verdadeira confiança é pura e livre de circunstâncias. Você diria que o banco confia em você quando lhe concede um empréstimo ou um financiamento? Eu diria que não, pois antes de lhe conceder este dinheiro ele faz uma análise para ter certeza de que você terá condições de retribuir este valor com juros.

Quando amamos e confiamos em Deus, não importa o que Ele faça em nossas vidas e se o seu agir irá ou não coincidir com a nossa vontade. "Se Deus me der um emprego, eu confiarei. Se Deus me curar desta doença, eu confiarei. Se Deus salvar a minha família, eu confiarei. Se Deus me ajudar a pagar estas contas, eu confiarei" Isso não é confiança, é barganha, é troca. A verdadeira confiança não se baseia na certeza de que o que quisermos será realizado, mas de que Deus cuida de nós. Não se baseia no que nós precisamos, mas no amor que Deus tem por nós.

Você pode dizer: Mas  é muito difícil acreditar em algo que não tenho certeza. Como posso fazê-lo? É muito difícil confiar em Deus quando não se conhece a Deus. Imagine uma criança pequena, se um estranho pede para que pule em seus braços prometendo que irá segurá-lo, dificilmente a criança acreditará nele; porém se o seu pai falar as mesmas palavras a criança certamente o fará, pois conhece a voz, o cheiro, a feição e a índole de seu pai, ela confia plenamente nele. Da mesma forma só poderemos nos jogar nos braços de Deus quando conhecermos o seu amor por nós, quando entendermos que é Ele quem providencia tudo em nossas vidas, que Ele cuida de nós e que tudo o que temos vem dEle. Deus não erra, não falha, não mente, não volta atrás, não se arrepende, você pode confiar nEle! Quanto mais conhecemos a Deus, mais fácil será confiar nEle. Só quando conhecermos a Deus conquistaremos esta fé inabalável, incondicional!

Deus o abençoe!

Imagens para compartilhar no Facebook









28 julho 2012

O Banco das Decisões

A paz do Senhor, irmãos!

Gostaria de compartilhar este vídeo deste grupo chamado "One time blind" que faz pequenos teatros para que possamos entender a mensagem de Cristo. Pretendo compartilhar outros posteriormente, mas escolhi este para mostrar pra vocês hoje. Chama-se "O banco das decisões".

Sabemos que Deus tem o controle de todas as coisas, mas Deus quer que aprendamos a confiar nEle para dirigir nossas vidas. Nós sabemos que Deus tem o melhor para nós, que nunca vai nos desamparar, mas porque mesmo assim é tão difícil confiar a Ele as decisões de nossas vidas e a maneira como iremos agir?

Entregue a Deus o seu "banco das decisões" e permita que todas as suas decisões sejam dirigidas pelo Espírito Santo, Quando aprendermos a confiar em Deus a esse ponto nossa vida será muito mais plena!





Deus o abençoe!

27 julho 2012

Links Legais 27/07

Olá pessoal!

Preparamos com muito cuidado mais uma versão dos Links Legais! Espero que sejam muito abençoados e inspirados como nós fomos!




Eu canto Keith Green. você canta o que? ( via Arte de chocar)

8 atrocidades cometidas em nome da religião (via Hospital da Alma)

Evangelho da saúde perfeita: Efeitos colaterais ( via Púlpito Cristão)

A história de Cassie Bernall (via Púlpito Cristão)

Acríticos conformados (via Arte de chocar)

Sorteio 3 livros do Max Lucado (via Esboçando ideias)

Obrigado, Pai, pelo que não me deu (via Blog Apenas)

As rádios evangélicas e o jabá (via blog Renato Vargas)

Honra? (via blog da Helena Tannure)





26 julho 2012

Contato



Amados irmãos em Cristo, gostaríamos de agradecer a todos que tem acessado nosso Blog e relembrar que este possui o único interesse de propagar o evangelho verdadeiro de forma simples que você possa aplicar em seu cotidiano.

Estamos nos esforçando muito para melhorar a frequencia e a qualidade das mensagens, para que você sempre possa encontrar aqui uma palavra de Deus para sua alma.

Para isso, gostaríamos de conhecê-lo melhor, saber o que você gosta de ver aqui no blog, o que não gosta, que tipo de mensagem gostaria de ler, se gosta de videos ou gráficos, música, layout etc.

Fique a vontade para expressar suas sugestões, elogios, críticas, pedidos, recomendações, colaborações para #Deusfalanotwiter ou Links Legais etc, através do nosso email: contato@kairos.org.br ou se preferir manter-se anônimo escreva um comentário neste post.

Sua opinião é muito importante para nós!

Deus o abençoe!

Vós sois o sal da terra

"Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens." Mateus 5:13

Você esta sendo pisado por alguém ?

Quantas pessoas reclamam de que nada da certo, não alcançam a felicidade, e acabam sendo humilhados por alguns, pisado por outros. Mas a biblia fala que somos o sal da terra, a pergunta a ser feita é: Voce tem sido sal? Tem dado sabor a vida das pessoas? Ou você está desacreditado, vivendo num momento distante, fazendo coisas que a palavra de Deus diz para não fazer, e fugindo da presença de Deus, como fez o profeta Jonas?

Acontece que ao fazer isso, a pessoa deixa de ser sal, e Jesus diz que quando o sal perde o seu sabor, ele não serve pra mais nada, apenas para ser pisado pelos homens.

Quando nos recusamos a ser sal, estamos negligenciando a obra que o próprio Deus nos entregou em mãos para fazer. De que adianta o sal se não for para salgar? Da mesma forma, para que serve a Deus um cristão que vai a igreja, canta, prega, serve mas não dá testemunho de Cristo em seu emprego, sua casa, sua escola? O sal não precisa salgar dentro do saleiro, mas salgar outros alimentos; da mesma forma Deus não quer que sejamos cristão excelentes apenas dentro da igreja, mas que por onde quer que vá traga tempero a vida das pessoas.

As pessoas precisam ver em nós a natureza de Cristo, precisam olhar para nós e ver a Cristo, esta é a mais importante forma de evangelização. Muitas vezes não é preciso dizer nada, mas somente o Cristo que vive em nós e que transparecemos através de nossas atitudes já faz a obra na vida de alguém.

Se deseja que Deus lhe atenda suas orações, se deseja que as coisas aconteçam em sua vida, comece a ser sal na vida das pessoas. Dê sabor, mostre como é bom servir ao Senhor, sejamos eu e você o tempero para tantas vidas que necessitam de nós.




Pastor Edson Prado

#Deusfalanotwitter 26/07


A paz do Senhor, irmãos em Cristo!

Segue as citações do twitter selecionadas para edificação da sua alma!


"Ore comigo: Senhor, use os meus dons, 
o máximo possível, para prosseguir com todos os propósitos 
neste mundo que Jesus morreu para cumprir."




"Quanto mais orgulho nós temos, 
mais o orgulho das outras pessoas nos irrita."




"Senhor, me ensine como engrandecer o Teu nome... 
sem tentar engrandecer o meu. Amém."





Por hoje é só! Deus abençoe você!

25 julho 2012

Mulheres: Submissão Bíblica


Mulheres: Submissão Bíblica 


Há muita confusão a respeito deste assunto. É um assunto completamente mal interpretado no mundo e até mesmo dentro da igreja. As mulheres se sentem tolas se obedecerem a seus maridos. Geralmente se aborda de uma forma errada a submissão. É uma filosofia feminista, que diz que o homem e a mulher são iguais e a mulher seria tola ou insensata ao obedecer a seu marido. Pensam que as mulheres são “capachos” se forem submissas. Mas o que a bíblia diz a respeito disso?

Cinco Princípios Bíblicos Sobre Submissão

1. A mulher deve ser submissa a seu marido a não ser que ele a peça para pecar - Efésios 5.23.24

A palavra grega para submissão aqui é “hupotasso” é um termo militar. Isso significa ser colocado numa posição inferior. Pense em um general sobre um capitão. Essa ordem foi escolhida por Deus de uma forma soberana. O marido tem autoridade em casa e uma responsabilidade enorme, e a mulher é colocada debaixo da autoridade do seu marido, a não ser que ele a peça para pecar. Isso não significa que a mulher seja inferior a seu marido. Pode ser que ela seja mais inteligente, mais bonita, mais divertida, mas se ela quiser demonstrar amor a Deus, ela deve obedecer ao seu marido. O seu papel é de uma auxiliadora idônea.

Igualmente vós, maridos, coabitai com elas com entendimento, dando honra à mulher, como vaso mais fraco; como sendo vós os seus co-herdeiros da graça da vida; para que não sejam impedidas as vossas orações.” 1 Pedro 3:7

De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus, mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens; e, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz”. Filipenses 2:5-8

Porque também o homem não foi criado por causa da mulher, mas a mulher por causa do homem.” 1Coríntios 11:9. (Naturalmente temos a tendência de pensar em nós mesmas, mas esse versículo nos ajuda a pensar no outro: “Como posso ajudar o meu marido?”)

Mas e se o marido pedir que a esposa peque?

Atos 5.29 vemos um exemplo de Pedro, quando prometeram soltá-lo se ele deixasse de pregar o evangelho de Cristo, e ele não aceitou essa condição, citando o texto conhecido que diz: “Mais importa obedecer a Deus do que aos homens.” Então se o marido pedir que a esposa peque, ela deve ter discernimento para negar-se a pecar por sua causa. Ao mesmo tempo, a mulher não deve ser tão leal à igreja a ponto de ser desleal ao seu marido.

2. Uma esposa submissa não tem medo de fazer a coisa certa – I Pedro 3
Provérbios 31.25A força e a honra são seu vestido, e se alegrará com o dia futuro.”

Ela ri do futuro. Não se preocupa e fica ansiosa ou com medo. O contrário do medo é confiar em Deus. Em I João 4.18 diz que “no amor não há medo, antes o perfeito amor lança fora todo medo.”

Uma forma de a esposa demonstrar amor a Deus é repreender o marido de forma gentil e amável. Isso significa, como está em Efésios 5.11, condenar as obras das trevas. Outra forma de mostrar amor a Deus é não ficar pensando várias vezes em como o esposo a magoou. Quando se sente magoada a mulher deve confiar em Deus, mesmo que não possa confiar em seu marido.

3. A mulher deve ser submissa ao seu marido mesmo que ele não seja cristão – I Pedro 3.1-2

I Pedro 3.1-2 “Semelhantemente vós, mulheres, sede submissas a vossos maridos; para que também, se alguns deles não obedecem à palavra, sejam ganhos sem palavra pelo procedimento de suas mulheres, considerando o vosso procedimento casto e com temor."

Pedro nos recomenda que, ao invés de falar muito, a mulher deve ganhar seu marido com uma conduta pura e com seu comportamento. Não sabemos se Deus irá amolecer o coração desse esposo, mas Ele pode fazer isso. A mulher pode demonstrar amor tanto por seu marido quanto por Deus. Se ela for uma mulher rixosa, teimosa, maldosa; ele vai enxergá-la como hipócrita. Mas se ela for respeitosa e viver uma vida honrosa, ela enxergará que sua fé é verdadeira e real. Se um dia ele vier a deixá-la, deve ser por seu comportamento piedoso e não porque ela chegou a enlouquecê-lo! A mulher deve estar preparada para falar da sua fé com seu marido, sabendo responder as perguntas que ele possa ter, até por curiosidade, a respeito da palavra do Senhor. Ela deve agir com graça com ele e seus amigos.

4. A mulher submissa não desonra a apalavra de Deus – Tito 2.3-5

As mulheres idosas, semelhantemente, que sejam reverentes no seu viver, não caluniadoras, não dadas a muito vinho, mestras do bem, para que ensinem as mulheres novas a amarem aos seus maridos e filhos, a serem moderadas, castas, operosas donas de casa, bondosas, submissas a seus maridos, para que a palavra de Deus não seja blasfemada.”

No verso cinco vemos que a mulher deve ser submissa para que a palavra de Deus não seja blasfemada (trazer vergonha).

Uma mulher submissa é aquela que honra a palavra de Deus, quando obedecer a Ele é mais importante para ela do que a sua própria vontade. Quando ela sacrifica aos seus próprios desejos para obedecer a seu marido, Deus vê isso como sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, como diz em Romanos 12.1-2.

A submissão deve ser uma alegria para a esposa porque ela ama a Deus.

5. A mulher submissa vai buscar treinamento com uma mulheres mais velhas – Tito 2.3-5

As mulheres idosas, semelhantemente, que sejam reverentes no seu viver, não caluniadoras, não dadas a muito vinho, mestras do bem, para que ensinem as mulheres novas a amarem aos seus maridos e filhos, a serem moderadas, castas, operosas donas de casa, bondosas, submissas a seus maridos, para que a palavra de Deus não seja blasfemada.”

Nem todas as mulheres idosas e mais velhas são mulheres piedosas, nesse caso essa mulher pode procurar recomendação dos líderes da sua igreja.

Uma mulher piedosa mais velha precisa ter uma doutrina sã, para não ser levada por ventos de doutrina.

Lista Prática de Como Mulheres não é Submissa ao Seu Marido

1. Quando faz coisas que irritam ou perturbam seu marido – Provérbios 21.19

Discutir com ele até o fim, irritá-lo, perturbá-lo

2. Quando não disciplina os filhos como deveria – Provérbios 19.15

3. Quando é mais legal aos outros do que ao seu próprio marido – Provérbios 31.11

4. Quando ela quer as coisas do seu próprio jeito – Provérbios 21.9

Quando não consegue, ela discute ou “dá uma gelo” nele. Isso a torna cruel e má, tornando-a imatura.

5. Quando ela não se mantém dentro do orçamento familiar – Provérbios 19.14

6. Quando ela corrige, interrompe ou fala pelo seu marido – Provérbios 27.15-16

7. Quando manipula seu marido para que faça as coisas do jeito dela

8. Quando toma decisões sem consultá-lo

9. Quando ela vai diretamente contra seus desejos

10. Quando se preocupa com as decisões que ele toma

11. Quando ela não presta atenção ao que ele diz

A submissão é uma forma de responder a uma pessoa. Estou convencida de que este é o coração de Deus para a esposa excelente.” Martha Peace

Espero que você possa ter sido edificada assim como eu fui e que Deus te dê graça para colocar em prática cada um desses ensinamentos no momento certo, fazendo de você uma esposa excelente pela graça de Deus!

Recalcitrar contra os aguilhões


"E, caindo nós todos por terra, ouvi uma voz que me falava, e em língua hebraica dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues? Dura coisa te é recalcitrar contra os aguilhões. " Atos 26:14


Antigamente alguns animais como bois ou cavalos possuíam aguilhões presos ao seu corpo, dessa forma seus donos podiam direcioná-los para onde quisessem. Aguilhão é uma peça pontiaguda colocada no animal para estimulá-lo a seguir a direção desejada, quando o animal sentia aquela pequena agulhada sabia que devia começar a andar ou mudar de direção. Porém quando o animal se debatia ou resistia ao direcionamento que seu dono impunha o aguilhão o feria, de forma que quanto mais o animal resistia ás ordens de seu dono, mais ferido ficava.

Logo podemos entender que o que Deus disse para Paulo naquele dia foi algo parecido com: É duro pra você resistir a minha vontade; quanto mais você resistir mais ferido ficará.

Da mesma forma, meu irmão, acontece conosco. Muitas vezes passamos por tribulações e nos machucamos, e nos perguntamos o porque disso. Sofremos muito por resistir a vontade de Deus, por não obedecê-lo. Quando insistimos em seguir a nossa própria vontade e negligenciamos o direcionamento de Deus passamos a sofrer. Somos como este animal que quer seguir pelo caminho que acha melhor, mas é o cavaleiro quem deve decidir para onde o cavalo deve ir.

Veja o exemplo de Jonas, que resistiu a vontade de Deus e somente quando foi engolido pelo grande peixe percebeu que lutar contra Deus é inútil. A vontade de Deus sempre irá permanecer; assim como o cavalo não pode decidir para onde ir e deve ser submissos a vontade do cavaleiro, nós devemos nos submeter a vontade de Deus. Deus permite que eu e você possamos seguir a nossa própria vontade para que possamos perceber que os planos d'Ele são melhores e como tudo será mais simples quando nos entregarmos e confiarmos em Deus.

Portanto irmão se renda a vontade de Deus, que é maior e mais perfeita do que a nossa. Enquanto nos debatermos contra o domínio de Deus seremos feridos e afligidos, mas quando seguimos o direcionamento de Deus podemos descansar e confiar que Ele nos guiará pelo melhor caminho!

Deus o abençoe!

24 julho 2012

Você controla a ira ou a ira te controla?

Bom dia!



Hoje gostaria de dividir uma palavra que encontrei na página do Facebook do Hernandes Dias Lopes.

"Melhor é o que tarda em irar-se do que o poderoso, e o que controla o seu ânimo do que aquele que toma uma cidade." Provérbios 16:32

Neste post Dias Lopes diz que devemos ter convicção de que o nosso maior inimigo está no espelho: somos nós mesmos.

Você pode imaginar que a maior conquista de sua vida seria comprar uma casa, ou um carro, ou ter um bom emprego, ou constituir uma família. Mas o autor de provérbios nos diz que mais vale um temperamento manso do que a realização de um sonho; é mais importante ter domínio próprio do que conquistar todas as coisas que se deseja.

Devemos ter em mente que fomos feitos para passar a eternidade com Cristo e não para desfrutar dessa vida passageira. O intuito de nossas vidas na terra é de formar o nosso caráter, de nos fazer a cada dia mais parecidos com Cristo. Por isso é mais importante que aprendamos a controlar nossa ira, a exercitar o domínio próprio do que as conquistas que Deus nos permite alcançar.

Davi foi um homem notável na história de Israel, conhecido por todos como homem de guerra e um rei de grandes conquistas, porém para Deus o que realmente importava era o temperamento de Davi. (Atos 13:22)

O cristão deve ser o sal da terra e a luz do mundo. Como pode alguém que se ira com facilidade, que não pode dominar nem a si mesmo, mostrar ao mundo que Cristo vive nele? Mostramos que Cristo vive em nós quando a cada dia nos parecemos mais com Ele. A bíblia diz que Jesus era homem manso (Mateus 11:29).

Você poderia dizer: Isso quer dizer que não posso me irar? A palavra de Deus diz no livro de Efésios "Irais-vos, mas não pequeis. Não se ponha o sol sobre a vossa ira", o que nos mostra que Deus sabe que somos pecadores e que eventualmente iremos nos irar.  A ira em si não é pecado, porque o apóstolo Paulo diz "irai-vos, mas não pequeis" o que mostra que podemos nos irar sem pecar, porém quando permitimos que a ira tome o nosso coração estaremos pecando. Podemos encontrar um sábio conselho: "Não se ponha o sol sobre a vossa ira" ou seja, não deixe que isso o faça perder o controle, não fique irado por dias, seja rápido em perdoar, em reconciliar.

Portanto irmão, devemos buscar a longaminidade e a paciência, controlar as nossas emoções e não deixar que a nossa natureza humana nos domine, mas que reine em nós as qualidades do novo homem (Efésios 4:22-24). O que realmente agrada a Deus não é o homem que controla a outras pessoas, mas aquele que controla a si mesmo!


Deus o abençoe!

"Descarga Espiritual"



Você deve ter pensado: “Foi isso mesmo que eu li?” É... Pode parecer estranho, mas é um exemplo ótimo, que tem mudado as minhas atitudes e gostaria de compartilhar com vocês.

Quero que você imagine comigo, a sua casa, o seu banheiro. O que aconteceria se você ficasse um dia sem dar descarga? Seria nojento não é mesmo? Mas agora continue imaginando, e se você ficasse um mês sem dar descarga? Pior ainda! É um ato anti-higiênico! Mas você consegue imaginar o que se tornaria o seu banheiro se isso acontecesse? Imagine o mau cheiro, a sujeira, imagine ela se acumulando a cada dia mais. Ficou pasmo, não é? Mas imagine comigo, se o seu coração fosse a sua casa, o seu banheiro. O que aconteceria se você não cedesse perdão durante um dia? Uma semana? E um mês? Agora você está onde eu queria chegar.

Eu ouvi este exemplo durante uma pregação, e fiquei pensativo. Será que eu não tenho feito isso? Ás vezes o nosso coração está poluído com ressentimentos, mágoas, feridas e nós não conseguimos fazer uma limpeza, realmente, dar uma descarga espiritual. Hoje entendo o porquê deste versículo: “Olhai por vós mesmos. E, se teu irmão pecar contra ti, repreende-o e, se ele se arrepender, perdoa-lhe. E, se pecar contra ti sete vezes no dia, e sete vezes no dia vier ter contigo, dizendo: Arrependo-me; perdoa-lhe.” Lucas 17:3-4.

Nós devemos exercitar o perdão todos os dias, pois se isso não acontecer, o “lixo espiritual” só vai aumentando e se acumulando cada vez mais. Não perca tempo, hoje mesmo dê uma “Descarga espiritual” em tua vida, em tua alma, no teu coração e quando isso acontecer você vai se sentir aliviado, livre. -“Sinta o cheirinho de limpeza!” Você pode ouvir, e você vai ver a diferença.

Agora gostaria de deixar um trecho do livro “Todo dia é um dia especial” de Max Lucado, que já até citei aqui no blog, mas que fala sobre este assunto:

“Todos nós guardamos alguma coisa. Homer e Lingley Collyer, dois irmãos excêntricos de Nova York, guardavam muitas coisas. Tudo. Jornais, cartas, roupas — tudo que você pensar, eles guardavam. Nascidos no final do século XIX, filhos de um influente casal de Manhattan, os irmãos viviam em uma luxuosa casa de três andares na Quinta Avenida com a rua 128. Homer tornou-se engenheiro, e Langley, advogado. Tudo parecia bem na família Collyer. Mas, em 1909, os pais se separaram. Os meninos, na época por volta dos 20 anos de idade, permaneceram na casa com a mãe. A criminalidade aumentou. A vizinhança se deteriorou. Homer e Langley se isolaram do mundo, como uma forma de retaliação. Por motivos que terapeutas gostam de discutir em jantares, os irmãos se enclausuraram na mansão herdada. Eles passaram despercebidos por quase quarenta anos. Até que, em 1947, alguém relatou a suspeita de um corpo no endereço deles.

Foram precisos sete policiais para arrombar a porta. A entrada estava bloqueada por uma pilha de jornais, camas dobráveis, metade de uma máquina de costura, cadeiras velhas, parte de uma prensa de espremer uvas e outras quinquilharias. Após diversas horas cavando, os policiais encontraram o corpo de Homer, sentado no chão, com a cabeça entre os joelhos e seu longo cabelo branco na altura dos ombros. Mas onde estava Langley? Essa pergunta foi uma das mais intrigantes na história da investigação de Manhattan. Quinze dias de buscas produziram 103 toneladas de lixo. Lamparinas a gás, um cavalete de serrador, o chassi de um carro velho, um piano Steinway, o osso de um maxilar de cavalo, e, finalmente, o irmão que estava faltando. As coisas que ele juntou despencaram e o mataram.

Estranho! Quem quer viver com as tralhas de ontem? Quem quer guardar o lixo do passado? Você não quer, não é mesmo? Ou quer? Certamente, não em sua casa; mas e quanto a seu coração? Não pilhas de papel e caixas, mas os vestígios de raiva e sofrimento. Você guarda dor? Acumula ofensas? Arquiva Indiferença? Um passeio por seu coração pode ser revelador. Um monte de rejeições empilhadas em um canto. Insultos acumulados preenchendo outro. Imagens de pessoas indelicadas ocupam a parede toda, deixando sujo o chão. Ninguém pode culpar você. Pessoas que levam sua inocência, quebram promessas, o machucam — você já teve sua cota. E, ainda assim, não faz sentido se livrar do lixo deles? Quer dar uma chance a cada dia? Jesus diz: Dê a graça que você recebeu.”

Que Deus tenha falado com você e que você passe a exercitar o perdão diariamente, dê a sua "descarga espiritual"!

23 julho 2012

A verdadeira renovação da águia





“...que enche de bens a sua existência, de modo que a sua juventude se renova como a águia. “ Salmos 103:5

Você já deve ter ouvido muitas mensagens sobre como a águia se renova depois de velha, de como ela tira todas as suas penas, arranca o bico etc. Mas hoje fiquei curioso sobre este processo de renovação e fui pesquisar sobre isto e acabei vendo que tudo não passa de uma história fictícia criada por alguém que não conhece nem um pouco sobre o assunto. Mas apesar da história ser falsa, a verdadeira também traz lições espirituais muito interessantes, vamos ver?

A águia não precisa se mutilar para se renovar, ela não arranca as penas e nem o bico, ambos são renovados gradativamente ao longo de sua vida e esta troca se dá uma vez por ano, entre a primavera e o verão. Daqui já podemos tirar algumas lições. Para que sejamos renovados no Espírito Santo não precisamos sofrer muito. Quando nós confiamos a nossa vida a Deus, na hora certa, Ele vai derramando sua graça sobre nós e este processo se torna invisível, até que ele termine e a beleza da nova forma passe a ser exibida. Nós sabemos que é difícil mudar, mas quando você se rende ao toque do Espírito Santo tudo se torna mais fácil. E é interessante que, no caso das aves, só há automutilação em casos de estresse e principalmente quando mantidos em cativeiro. Isto é interessante porque a renovação do Espírito só é complicada e dolorosa quando você ainda está cativo, quando você está preso a algo deste mundo, às coisas seculares, ao pecado. Mas quando você se entrega a Deus não é necessário que você sofra demasiadamente, este processo se torna fácil, é como quando vamos tomar vacina e a enfermeira diz: “Dói menos quando você está relaxado!” Tudo fica mais fácil quando há renúncia, entrega e devoção.

Outra coisa interessante é como o bico cai. Na história em que ouvíamos, a águia batia o bico em uma pedra até que ele caísse, mas na verdade, o bico velho cai enquanto ela come, e o novo já está embaixo dele. A mudança realmente acontece quando nós nos alimentamos espiritualmente. E segundo a Bíblia a maior fonte de alimento espiritual é nada mais nada menos que a Palavra de Deus. Não há mudança a menos que você “devore” a Palavra. Com ela nós podemos conhecer mais de Deus e mais do que Ele quer que nos tornemos. É impossível alguém estudar a Bíblia e continuar o mesmo.

E uma das coisas mais interessantes é que a maior diferença entre a história falsa e a verdadeira é que, na falsa, a águia tinha que mudar por si só. Ela tinha que sofrer, tirar suas penas, seu bico, se retirar. A atitude vinha dela. Mas na verdadeira, o processo de mudança acontece naturalmente. A águia não precisa tomar uma atitude, as suas penas caem naturalmente, o seu bico é trocado enquanto ela come. E na vida espiritual é assim, Jesus já pagou o preço que era necessário para que pudéssemos conhecer a Deus e nos tornarmos seus filhos e por isso, o processo de renovação espiritual acontece naturalmente. Tudo acontece por causa da maravilhosa graça de Deus e seu infinito e incondicional amor por nós.

Imagens para compartilhar no FACEBOOK












21 julho 2012

Faça guerra!


Bom dia, irmãos!

Hoje gostaria de compartilhar este vídeo que contém uma pregação poderosa de John Piper. Nesta mensagem ele fala sobre como combatemos outras religiões, costumes e pecados mais "aparentes" mas deixamos que pequenos vícios ou costumes nos permitam perder o foco em Deus!

Nossa guerra não é contra carne ou sangue, mas contra os principados e potestades (Efésios 6:12). Sua luta não é contra seu chefe, contra sua sogra, contra pessoas de outras religiões, mas contra o diabo e contra você mesmo!

De nada nos adianta reclamar contra nossas imperfeições ou apenas orar e esperar que Deus nos faça acordar santos em alguma manhã, precisamos fazer guerra contra nossa própria natureza!

Faça guerra!






Deus o abençoe!

20 julho 2012

Não há revelação sem humilhação!


"Naquele tempo, respondendo Jesus, disse: Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, que ocultaste estas coisas aos sábios e entendidos, e as revelaste aos pequeninos. " Mateus 11:25

É certo que a revelação da palavra de Deus é algo de inestimável valor, porém diferente das ciências conhecidas pelo homem como a filosofia, medicina, engenharia etc, a palavra de Deus não é algo que é conhecido através de anos de estudo ou livros e apostilas. Você pode encontrar um grande teólogo formado nas melhores universidades, mas isso não quer dizer que ele tenha a revelação da palavra de Deus. Na verdade não é incomum vermos homens e mulheres que estudaram a bíblia, porém apenas de forma científica ou social, sem reconhecer que se trata da expressão do próprio Deus vivo.

Acontece que Deus não se revela a todos que leem a bíblia. Portanto não podemos dizer que alguém é muito jovem para conhecer esta revelação ou julgar que um professor de teologia tenha recebido tal revelação. Deus se revela a quem quer.

Não estou dizendo aqui que não devemos nos aplicar em ler e estudar a palavra de Deus, mas pretendo mostrar que é Deus quem nos dá o entendimento de sua palavra segundo aquilo que Ele deseja.

Veja o exemplo do apóstolo Paulo, que era fariseu e havia estudado a lei com Gamaliel, que era um dos mais respeitados mestres da época (Atos 22:3). Entretanto não reconhecia Jesus Cristo como o Messias, até que lhe foram abertos os olhos (Atos 9:3-4) e após sua conversão foram reveladas a Paulo coisas inefáveis (II Coríntios 12 : 2-4). Deus deu a Paulo inspiração divina para escrever diversas epístolas que basearam grande parte da doutrina da igreja reformada. Não foi todo o estudo que Paulo tinha que o fez um grande apóstolo, embora tenha contribuído propositalmente para a propagação do evangelho para os gentios.

É necessário que busquemos a Deus para que quando estivermos estudando a Bíblia o Senhor nos revele a sua vontade e o seu propósito. Para que isso ocorra irmão, devemos nos humilhar. Deus revela sua palavra aqueles que se humilham, aqueles que declaram sua dependência. Paulo somente passou de fariseu a apóstolo quando foi humilhado, quando caiu. Ele caiu como Saulo, o grande, o magnífico e se levantou como Paulo, o pequeno, o insignificante. O mistério da revelação é que Deus a escondeu dos sábios, e quando digo sábios refiro-me a sabedoria humana, e revelou aos pequeninos, aos que admitem sua total incapacidade.

Se você quer conhecer mais de Deus e receber a revelação de sua palavra eu o aconselho a esvaziar-se do seu conhecimento, de sua cultura e deixar que Deus lhe mostre a sua vontade.



Deus abençoe!

Links Legais 20/07

Oi pessoal, hoje tem mais uma edição dos links legais.
Esperamos que estes textos que edificaram as nossas vidas edifiquem a de vocês também!
Confira!




"Igrejados" (via lagoinha.com)

5 coisas que não devemos procurar em uma igreja (via Esboçando Ideias)

Dez efeitos de crer nas doutrinas da Graça (via Hospital da Alma)

O nevoeiro de um coração partido (Max Lucado) (via blog Cristina Mel)

Louvado seja eu! (via Voltemos ao evangelho)

Paralisia Espiritual (via blog Rachel Novaes)

O evangelho de satanás (via Ao único Deus verdadeiro)

Estou de volta (via blog Thiago Grulha)

Soberania divina e responsabilidade humana, de novo (via Monergismo)

11 formas de detectar seus ídolos (via Voltemos ao evangelho)



Deus abençoe você! Tenha um ótimo fim de semana!

19 julho 2012

Consolo



“Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai das misericórdias e o Deus de toda a consolação;
Que nos consola em toda a nossa tribulação, para que também possamos consolar os que estiverem em alguma tribulação, com a consolação com que nós mesmos somos consolados por Deus.
Porque, como as aflições de Cristo são abundantes em nós, assim também é abundante a nossa consolação por meio de Cristo.”

2 Coríntios 1:3-5

A mensagem do Presbítero Benê ontem foi uma bênção! Ela falou sobre consolo. E a parte que achei mais interessante foi esta que está aí em cima.

Nós temos tribulações e problemas para que, quando formos consolados por Deus possamos também consolar os nossos irmãos. Para pregarmos a palavra de Deus temos que ter a certeza daquilo que estamos falando, temos que estar convictos e firmados nesta Palavra, neste amor, nesta graça, neste perdão, neste consolo, neste relacionamento. Nós somos a prova viva de que Deus consola e que Ele cumpre as suas promessas. Quando formos falar do amor de Deus, por causa de nossas tribulações, nós teremos mais propriedade para explicar e mostrar a grandeza deste maravilhoso caráter de Deus.

E a mensagem não parou por aí, nós podemos ter a certeza de que haverá consolo para nossas angústias no versículo 5: “Porque, como as aflições de Cristo são abundantes em nós, assim também é abundante a nossa consolação por meio de Cristo.” Se nós participamos do sofrimento de Cristo participaremos também de sua Glória, de sua consolação, de sua alegria eterna. Isto é maravilhoso! Deus é tão bom conosco! Ele não precisa mostrar estes mistérios para nós, já basta Ele cuidar de nós, já basta Ele ter nos escolhido como seus filhos e nos adotado por meio do sacrifício de Cristo, mas Deus ainda nos permite esta garantia do seu consolo, da sua obra em nossas vidas, Ele permitiu no Canon Bíblico (onde foram escolhidos os livros que entrariam no conjunto que se tornaria a Bíblia) que este versículo e tantos outros como este estivessem na Bíblia para que nós, seus filhos, pudéssemos ter a certeza do seu amor e do seu cuidado por nós, confirmando as suas maravilhosas promessas para conosco.

Que ao ler este texto você possa ter entendido o amor de Deus para conosco e a razão das nossas tribulações. Que o espírito Santo possa confortar o teu coração e agir por meio deste texto como Ele fez ontem no Culto. Deus abençoe a todos!


#Deusfalanotwitter 19/07

A paz do Senhor, irmãos! Hoje é dia de #Deusfalanotwitter!

Apesar de curtas, as mensagens que trazemos do twitter são muito edificantes. Confira!



"Ser positivo não significa negar a existência da dificuldade; 
significa acreditar que Deus é maior que as nossas dificuldades" 




"Todas as canções já escritas na Terra já haviam sido escritas no céu. 
E eu não posso deixar o rádio ou vendas definirem 
se as canções são boas ou ruins. Eu sei."








"Se você quer uma religião que te faça se sentir realmente confortável, 
eu certamente não recomendo o cristianismo"






"Não sobrecarregue o dia de hoje com os arrependimentos de ontem 
nem o envenene com os problemas de amanhã. 
Encha o seu dia com Deus; escolha fazê-lo incrível!"



Tenha um ótimo dia na presença de Deus!



18 julho 2012

Dispõe-te!







"E veio a palavra do SENHOR a Jonas, filho de Amitai, dizendo: DISPÕE-TE, vai à grande cidade de Nínive, e clama contra ela, porque a sua malícia subiu até à minha presença." Jonas 1:1-2

Como anda a sua disposição em fazer a vontade de Deus?

Aquilo que Deus determinou vai se cumprir, quer você queira ou não, mas o que mais alegra o coração de Deus é quando estamos dispostos a fazer toda a Sua vontade. Tudo é mais difícil quando queremos lutar com Deus.
Deus te deu o fôlego de vida, te deu força, trabalho, dons, te encheu de bençãos e te deu disposição... mas como você tem usado isso?
É interessante como nós temos disposição para fazer muitas coisas, mas quando se trata em fazer a vontade de Deus, a disposição é sempre contrária. Entenda que a sua vontade humana e carnal sempre vai te levar pra longe de Deus. E quando você sentir que está difícil, você pode orar ao Senhor contando assim:

"Quando a disposição não estiver mais de acordo
Meu ajude meu Senhor, a usar a minha fé
Pra vencer os meus limites,
Superar minha vontade
Que me leva sempre longe de você

Pai, me ajude a vencer
Pai, me ajude a ter fé
Pra vencer os meus limites
Superar minha vontade
Que me leva sempre longe de você"

Devocional - Salmo 119




A paz do Senhor, irmãos!


Gostaria de falar hoje sobre o Salmo 119, que é o maior capítulo da Bíblia (176 versículos). Este capítulo possui uma particularidade, ele fala sobre a palavra de Deus e em todos os seus versículos encontram-se palavras que se referem a palavra de Deus como "mandamento, testemunho, palavra, lei, estatuto, juízo etc"

Este salmo de Davi nos mostra a importância da palavra de Deus e por isso eu quero dividir com vocês algumas observações sobre a palavra de Deus:


Somente podemos adorar a Deus verdadeiramente e ser gratos a ele quando conhecemos a sua palavra. Não podemos amar aquele a quem não conhecemos, e a palavra de Deus nos faz conhecê-lo. Quanto mais você conhecer a Deus, ainda mais vai amá-lo!

Os meus lábios proferiram o louvor, quando me ensinaste os teus estatutos. (Verso 171)

Louvar-te-ei com retidão de coração quando tiver aprendido os teus justos juízos. (Verso 7)

_________________________________________________________________________________


A palavra nos dá diretrizes de como devemos seguir nossa vida, de como podemos viver de forma que agrade a Deus, nos aconselhando sobre como devemos proceder. Somente conhecendo a Bíblia poderemos "purificar" nossos caminhos.

Com que purificará o jovem o seu caminho? Observando-o conforme a tua palavra. (Verso 9)

Lâmpada para os meus pés é tua palavra, e luz para o meu caminho. (Verso 105)

Também os teus testemunhos são o meu prazer e os meus conselheiros. (Verso 24)

_________________________________________________________________________________


A palavra de Deus nos traz paz nos momentos de angústia e de acusação. Quando conhecemos a bíblia não nos importamos com o que os outros falam de nós, e sim com o o que Deus quer de nós! Encontramos na palavra de Deus consolo para nossas almas.

Príncipes se assentaram, e falaram contra mim, mas o teu servo meditou nos teus estatutos. (Verso 23)

Lembrei-me dos teus juízos antiqüíssimos, ó SENHOR, e assim me consolei. (Verso 52)

_________________________________________________________________________________


Quando estamos desanimados a palavra nos vivifica e nos devolve o vigor. Saber que Deus está ao nosso lado e todo o seu amor por nós, que é retratado em sua palavra, encontramos paz.

A minha alma está pegada ao pó; vivifica-me segundo a tua palavra. (Verso 25)

A minha alma consome-se de tristeza; fortalece-me segundo a tua palavra. (Verso 28)

_________________________________________________________________________________


A vaidade e a cobiça são características de pessoas ligadas a este mundo. Quando deixamos que as coisas seculares nos fascinem somos levados pela vaidade, mas quando buscamos a palavra de Deus e conhecemos que os prazeres do mundo são transitórios e que fomos feitos para viver a eternidade com Cristo nosso coração se desprende das futilidades que o mundo oferece, a ponto de não nos importarmos com riqueza, poder e vaidade.

Desvia os meus olhos de contemplarem a vaidade, e vivifica-me no teu caminho (Verso 37)

Inclina o meu coração aos teus testemunhos, e não à cobiça. (Verso 36)

Melhor é para mim a lei da tua boca do que milhares de ouro ou prata. (Verso 72)

_________________________________________________________________________________


Na palavra encontramos a confirmação para nossas orações e clamores a Deus. O maior veículo pelo qual Deus fala conosco não são sonhos, visões e profecias, mas a sua palavra em primeiro lugar! Através dela Deus nos confirma a sua vontade.

Confirma a tua palavra ao teu servo, que é dedicado ao teu temor. (Verso 38)

_________________________________________________________________________________


Pela palavra podemos discernir aquilo que procede ou não de Deus, aquilo que edifica ou não as nossas vidas, aquilo que é verdeiro ou não. Não podemos deixar que heresias, discórdias, doutrinas vãs ou preceitos humanos tomem o lugar da palavra de Deus ou transformem-na naquilo que queremos. Ao conhecer a palavra de Deus aprendemos a valorizar o que Deus quer para nossas vidas e ter temor, zelo e cuidado com aquilo que o próprio Deus falou.

O meu zelo me consumiu, porque os meus inimigos se esqueceram da tua palavra. (Verso 139)

_________________________________________________________________________________


Espero que este texto tenha mostrado a você o quanto a palavra de Deus é importante na vida de um cristão. É imprescindível que a Bíblia seja a nossa primeira fonte para buscar a Deus, devemos reconhecer a sua inerrância e extrema utilidade para dirigir nossas vidas, afinal ela é a expressão do próprio Deus!

Deus te abençoe!

Diário de cachorro, diário de gato - Max Lucado




Paz do Senhor, queridos! Hoje quero postar algo que li no livro “Todo dia é um dia especial” de Max Lucado. É muito interessante e até engraçado, mas nos faz refletir.

“TRECHOS DO DIÁRIO DE UM CACHORRO:

8:00 Oba, ração — gosto muito disso.
9:30 Oba, um passeio de carro — gosto muito disso.
9:40 Oba, uma caminhada — gosto muito disso.
10:30 Oba, outro passeio de carro — gosto muito disso.
11:30 Oba, mais ração — gosto muito disso.
12:00 Oba, as crianças — gosto muito disso.
13:00 Oba, o quintal — gosto muito disso.
16:00 Oba, as crianças novamente — gosto muito disso.
17:00 Oba, ração de novo — gosto muito disso.
17:30 Oba, Mamãe — gosto muito disso.
18:00 Oba, apanhar a bola — gosto muito disso.
20:30 Oba, dormir na cama quentinha do meu dono — gosto muito disso.

TRECHOS DO DIÁRIO DE UM GATO:

Dia 283 no cativeiro. Meus seqüestradores insistem em zombar de mim balançando uns objetos pequenos e estranhos. Enquanto eles comem carne fresca, sou forçado a comer cereais secos. Só agüento isso por causa da esperança de escapar e da leve satisfação que tenho ao destruir alguns móveis. Amanhã, provavelmente, comerei outra planta da casa. Planejei matar meus seqüestradores de manhã ao me enroscar por entre os pés deles enquanto andavam. Quase consegui. Talvez eu deva tentar isso no topo da escada. Em uma tentativa de enojar e de causar repulsa nesses vis opressores, induzi, novamente, vômito na cadeira favorita deles. Acho que devo tentar isso na cama deles. Para mostrar minha índole diabólica, decapitei um camundongo e coloquei o corpo, sem cabeça, no chão da cozinha. Eles só bateram palmas e me incentivaram, acariciando minha cabeça e chamando-me de "gatinho valente". Hum — isso não estava de acordo com o plano. Durante uma reunião com seus cúmplices, eles me confinaram em uma solitária. Consegui ouvir que fora preso por causa do meu poder de causar alergias. Devo aprender o que isso quer dizer e usar essa arma a meu favor. Estou convencido de que os outros cativos da casa estão com eles, talvez sejam informantes. O cachorro, muitas vezes, é solto e parece ingenuamente feliz quando volta. Ele, com certeza, não é muito inteligente. O pássaro fala com regularidade com os humanos e aposto que é um informante. Estou certo de que ele relata cada minuto da minha vida para eles. Por causa do seu atual confinamento em uma gaiola de metal, sua segurança está garantida, mas eu posso esperar. E só uma questão de tempo.”
Max Lucado



O livro inteiro fala sobre como podemos aproveitar mais o nosso dia e como podemos usá-lo para a Glória de Deus, e o interessante desta ilustração é que os dois (o cachorro e o gato) passaram pelo mesmo dia, pelas mesmas circunstâncias, mas as enfrentaram de forma diferente. Um vê graça em tudo que faz, o outro simplesmente atura. E aqui vai a pergunta, o seu diário se pareceria com qual dos dois? Será que você tem visto a graça de Deus no seu dia a dia? Será que você tem sido realmente grato a Deus por tudo o que Ele tem dado? Ou você só atura as circunstâncias para não brigar com Deus?

Temos que tomar cuidado para não agirmos como o gato, pois corremos o risco de nos tornarmos amargos para as pessoas a nossa volta. Quando passamos a viver com gratidão a Deus e vemos tudo o que Ele tem feito por nós, tudo a nossa volta muda, até a forma como tratamos as pessoas e vice-versa.

Que a partir de hoje nós possamos encher os nossos dias com a graça e o perdão de Deus, que se renovam todas as manhãs: “As misericórdias do SENHOR são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim;” Lamentações 3:22

E quanto ao livro, não deixe de ler, “Todo dia é um dia especial” de Max Lucado.

Para comprar o Livro





Posts relacionados

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...