31 outubro 2012

Igreja reformada, sempre se reformando #reforma

O pastor e teólogo holandês Gisbertus Voetius (1589-1676) criou mais ou menos em 1618 a frase em latim “Ecclesia Reformata et Semper Reformanda est” que significa “Igreja Reformada está Sempre se Reformando”. Eu li muitos comentários sobre a frase, mas decidi fazer o meu próprio texto sobre ela.




Algumas pessoas traduzem essa frase erroneamente como "A igreja reformada está sempre mudando", como quem diz que a igreja está sempre se adaptando, sempre aceitando outros conceitos. Mas este não foi o sentido que o autor quis passar. Para entender isso basta olharmos para duas coisas simples, a inerrância das escrituras e a nossa depravação.

Em primeiro lugar, a palavra de Deus nunca muda, nem mesmo a sua interpretação ao longo dos anos. Não haverá nunca, em nenhuma hipótese, lugar para outros conceitos na bíblia. Se a reforma se baseia no "sola scriptura" (somente as escrituras) e as escrituras são imutáveis, obviamente não é a bíblia, ou a doutrina que muda.

Em segundo lugar, Voetius quis dizer com sua frase que devemos estar constantemente voltando ao evangelho. Como eu disse antes, nós somos pecadores, e é somente a graça de Deus que nos mantém no caminho correto. Temos que estar sempre nos reformando, sempre nos auto examinando, sempre voltando a sã doutrina para evitar que o nosso conceito humano das coisas tome conta de nós. Quantas vezes vemos pessoas que antigamente pregaram a palavra, compuseram canções abençoadas, e hoje em dia deram lugar ao mundanismo e a doutrinas erradas?

Para entender e aplicar a frase de Voetius precisamos entender que as escrituras nunca mudam, nunca erram e que nós, pelo contrário somos naturalmente inclinados a fazer o que é mal, por isso devemos estar sempre alertas, e sempre nos voltar para o evangelho. Quem se reforma não é a bíblia ou a doutrina, mas nós.

Procure reformar sua vida dia a dia. Se reconhecemos a bíblia como verdade absoluta, adotemos ela como parâmetro para todas as nossas atitudes, nossos conceitos. Reformar-se deve ser um ato diário e baseado em tudo o que a bíblia nos manda, pois o conhecimento das escrituras e a graça de Deus nos guardam de pecar. Seu casamento é reformado? Seus relacionamentos são reformados? Em sua profissão, você é reformado? Na criação de seus filhos, você é reformado? Em sua igreja, você é reformado?

Reformar nada mais é do que voltar ao evangelho, deixar suas práticas erradas e aderir os propósitos de Deus! É preciso ter humildade para negar o velho homem todos os dias e agarrar-se no evangelho da cruz. Façamos como Paulo adverte aos coríntios no momento da santa ceia, "examine-se o homem a si mesmo".

Reforma já! Mas primeiro, reforma em mim.

Uso e Recomendo - Filme Lutero #reforma

Bom dia, irmãos!

Hoje é o último dia da nossa semana da #reforma. E a minha última dica é o Filme Lutero. Este filme conta a história de como Martinho Lutero iniciou a Reforma Protestante.


É muito interessante poder visualizar toda a história da Reforma de maneira bastante objetiva. Na minha opinião o filme mostra tudo o que é mais interessante saber e desperta a curiosidade para buscar mais.

O filme começa quando Lutero foi quase atingido por um raio e recebe isso como um chamado para aderir a vida monástica. Já no mosteiro, Lutero sente cada vez mais pesar sobre si seus pecados, passando horas orando e suplicando perdão a Deus. Ele via Deus como um carrasco pronto a nos castigar.

O ponto alto de sua indignação acontece quando ele vai a Roma visitar a sede da Igreja e se depara com situações onde a Igreja engava e extorquia cidadãos pobres dizendo vender entradas para o céu (indulgências), muitas heresias. Foi quando, ao voltar para a Alemanha, que Lutero resolveu se aprofundar nas escrituras e percebeu que todo o ensinamento egoísta da Igreja estava errado.

Mais tarde Lutero iniciou a Reforma com o ato ilustre de pregar na Porta da Catedral de Wittenberg as suas 95 teses protestando contra todas estas coisas erradas.

O filme ainda relata quando Lutero é convocado para a Dieta de Worms a fim de desmentir suas 95 teses, mas como ele não o fez, foi excomungado (expulso) da Igreja. essa é a minha parte predileta do filme, pois mostra o compromisso de Lutero com a verdade mesmo sob a pressão do Papa e do clero.

Podemos ver também quando Lutero traduziu a bíblia para o alemão, que antes era escrita somente em latim, quando conheceu sua esposa, a ex freira Catarina von Bora e como iniciou suas primeiras obras.

O filme é, sem dúvida, uma ótima opção, não somente para entretenimento cristão de qualidade mas também uma forma didática e prática de conhecer os pontos principais deste fato que mudou o mundo.

Onde comprar:
americanas.com    R$ 17,90
submarino.com     R$ 19,90

Você também pode assistir o filme inteiro pelo Youtube.com clicando aqui.


Deus te abençoe!

30 outubro 2012

Vivendo a Graça no dia a dia


Leia comigo estes dois textos:

“Disse, pois, Marta a Jesus: Senhor, se tu estivesses aqui, meu irmão não teria morrido.”
João 11.21

“Tendo, pois, Maria chegado onde Jesus estava, e vendo-o, lançou-se aos seus pés, dizendo-lhe: Senhor, se tu estivesses aqui, meu irmão não teria morrido.”
João 11.32

Talvez, ao ler as mensagens que postamos aqui no blog durante a “Semana da Reforma” você tenha pensado que pode até ser fácil falar sobre graça, mas como colocar isto em prática?

Os textos acima falam de Marta e Maria, e de suas reações a chegada de Jesus no enterro de seu irmão, Lázaro. As duas disseram a mesma frase, mas Jesus reagiu a elas de formas totalmente diferentes. Ele repreendeu Marta e se comoveu com Maria. Por quê?

Vamos nos lembrar de quem era Marta. Uma palavra que definiria Marta só poderia ser “servir”. Ela sempre estava servindo, em todas as passagens em que ela é citada na Bíblia ela está servindo. Quando Jesus foi a sua casa, quando lhe deram um banquete... Ela sempre estava ocupada em muitos serviços. Mas olhando assim, nós imaginamos que Marta era uma mulher abençoada, dedicada. Por que será que Jesus a repreendeu? Porque ela nunca reconheceu a Graça de Deus.

Leia comigo o versículo anterior ao texto acima: “Ouvindo, pois, Marta que Jesus vinha, saiu-lhe ao encontro; Maria, porém, ficou assentada em casa.” João 11.20. Quando soube que Jesus estava chegando, Marta foi correndo ao seu encontro, não para desabafar, não para adorá-lo, mas para cobrar um milagre. Marta achava que merecia algo de Deus, na verdade, ela sempre serviu por esse motivo. Ela sempre estava tentando merecer algo de Deus. E quantas vezes nós não agimos assim? Nós fazemos as coisas para merecer favor de Deus. Nós oramos, lemos a Bíblia, jejuamos, somos caridosos, mas com segundas intenções. Nós queremos poder cobrar milagres de Deus. Muitos de nós somos Marta, as igrejas cristãs estão cheias delas.

Mas o mais interessante nesta história não é Marta, mas sua irmã: Maria. Ela sempre reconheceu Graça. Qual é a característica mais impactante de Maria? Adoração. E teria como adorar a Deus sem saber o que é Graça? Não. É impossível. Toda vez que Maria se encontrava com Jesus ela o adorava, ouvindo-o pregar, gastando o seu precioso perfume com Ele... Ela era uma adoradora!

Mas observe um padrão: “E tinha esta uma irmã chamada Maria, a qual, assentando-se também aos pés de Jesus, ouvia a sua palavra.” Lucas 10.39, “Então Maria, tomando um arrátel de ungüento de nardo puro, de muito preço, ungiu os pés de Jesus, e enxugou-lhe os pés com os seus cabelos; e encheu-se a casa do cheiro do ungüento.” João 12:3 e “Tendo, pois, Maria chegado onde Jesus estava, e vendo-o, lançou-se aos seus pés, dizendo-lhe: Senhor, se tu estivesses aqui, meu irmão não teria morrido.”João 11:32. Não conseguiu enxergar nada de diferente? O padrão que Maria estabeleceu para sua adoração era se prostrar diante de Jesus. Maria sabia quem ela era e quem Jesus era, ela reconheceu que Cristo era Rei dos Reis, Cordeiro de Deus, ela sabia que não merecia nem olhar nos seus olhos e por isso, simbolicamente, se prostrava todas as vezes que O encontrava. Maria reconheceu a Graça de Deus, e por isso, no momento mais difícil de sua vida, escolheu adorar a Deus, ao invés de cobrar milagres Dele.

Portanto, a graça não é algo tão distante do nosso dia a dia. Nós podemos aplicá-la em nossos hábitos e assim adorar a Deus todos os dias, reconhecendo sua Maravilhosa Graça. Mas para terminar, quero lembrá-lo de algo muito importante: Quem adorou mais a Deus? Marta ou Maria? Apesar de marta ter um caráter prestativo e dedicado na obra de Deus, Maria foi quem alcançou graça e favor de Deus, comovendo-o.

Clube dos Bereanos #reforma

"Logo que anoiteceu, os irmãos enviaram Paulo e Silas para Beréia. Chegando ali, eles foram à sinagoga judaica. Os bereanos eram mais nobres do que os tessalonicenses, pois receberam a mensagem com grande interesse, examinando todos os dias as Escrituras, para ver se tudo era assim mesmo. " Atos 17:10-11


Bereano ou tessalonicense? Com qual dos dois você se parece mais?

O problema da igreja hoje em dia é que são muitas denominações e com elas muitas interpretações da bíblia, a maioria delas errada. Junto com isso existem pessoas cada vez mais imediatistas, sem tempo e preguiçosas, este é o perfil do cristão contemporâneo. A junção destas interpretações errôneas da bíblia e da deplorável conduta dos frequentadores das igrejas é a maior razão pela qual surgem tantas heresias.

As pessoas colocam como empecilho para estudar as escrituras o fato de que não tem tempo, tem muitos afazeres, não tem disposição etc. Esse mal deve ser cortado pela raiz, no momento em que surgir, mas como, se nós não conseguimos distinguir o que é heresia do que é verdade? Não podemos de jeito nenhum permitir que sejam pregadas heresias em nossas igrejas, mas como poderemos reconhecer heresias se nem ao menos conhecemos a bíblia?

Convido você a começar uma reforma em si mesmo, assim como eu começo uma em mim. Faça o possível para que várias pessoas façam o mesmo que você. Vamos fazer parte do Clube dos bereanos!

Como você pode ver neste versículo citado acima, os bereanos eram considerados nobres pelos apóstolos, pois enquanto a mensagem era pregada eles conferiam na bíblia para ver se a mensagem pregada exprimia a verdade de Cristo! E não somente isso, o texto também fala que eles recebiam a mensagem com grande interesse e examinavam cuidadosamente as escrituras! Nós precisamos ser como os bereanos, ter mais interesse pela palavra, porque é a verdade que nos liberta! (João 8:32)

Estamos acostumados a ver as pessoas interessadas em congressos, movimentos, feiras gospel, shows... mas poucos realmente tem o mesmo interesse quando se trata de estudar a bíblia, basta comparar o número de pessoas em um "show gospel" e o número de pessoas na escola bíblica dominical ou no culto de estudo.

A única forma de se combater heresias e crescer espiritualmente em intimidade com Deus é conhecendo a sua palavra, não apenas ler a bíblia, mas estudá-la incansavelmente. (Oséias 6:3) A bíblia é a própria palavra de Deus, não podemos rejeitá-la, usá-la apenas como auxílio ou deixar que alguém 'coloque palavras" na boca de Deus. (Salmos 1:1-2) (Josué 1:7-8)

Seja você também um dos que defendem a verdade de Cristo, entre para o Clube dos bereanos!

29 outubro 2012

Lei e graça

Qual seria a diferença entre a lei e a Graça ?


A lei foi dada a Israel no monte Sinai através de Moisés, escrita em pedras. São dez mandamentos que o povo Judeu deveria seguir fielmente, sem se desviar nem para a direita nem para a esquerda. Esta lei sempre vinha precedida da expressão “ Não “ , como Não matarás, não roubarás, não adulterarás, não darás falso testemunho, não terás outro Deus diante de mim.

A lei foi escrita em pedra, e determinava o que o homem deveria fazer. O homem deveria ler a Lei, e guardar seu coração, para obedecer a Deus, deveria ter bons sentimentos, pois um coração mau, mesmo conhecendo a Lei de Deus poderia vir a desobedecê-la, mas a lei determinava que o homem deveria guardar seu coração, sua mente, para que nem ao menos pensasse. Caso passasse por sua mente um pensamento de desobedecer a Deus, um pensamento mau, um desejo perverso apenas e a Lei seria infringida.

Mas como fazer iss ? Como não desejar? Como não pensar? Como ter controle absoluto sobre os sentimentos, sobre o próprio coração? (Êxodo 20:17)

A graça, é a nova aliança de Deus com seus filhos. A palavra graça significa, “ favor imerecido ”. Deus viu, através da Lei, que o homem não seria capaz de guardar mandamentos, nenhum deles, pois não podia controlar seus sentimentos, sua mente, seu coração. Então Deus em sua infinita bondade, resolveu trazer a graça através de Seu Filho, Jesus Cristo, o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo.

Na Lei o homem teria que oferecer sacrifícios, na Graça Cristo se oferece como sacrifício pelo homem. A Lei foi escrita em pedra para o homem obedecer, na graça Deus escreve sua vontade no coração do homem, ou seja, determina os sentimentos do homem, dá-lhe um novo coração, inclinado a obedecer a Deus. (Jeremias 31:31-34)

A nova aliança, a graça divina, escrita não em pedras para o homem obedecer, mas no coração homem, que já determina as emoções do homem, já inclina o homem a obedecer a Deus. O homem não precisar gerar desejos bons, em seu coração, não precisa gerar pensamentos bons em sua mente, pois a palavra de Deus escrita no coração do homem, na mente humana, já por si mesma gera bons sentimentos, gera bons pensamentos, que os guia, os capacitando a guardar a vontade de Deus.(Ezequiel 36:26)

O coração de pedra que não podia agradar a Deus foi tirado, e em seu lugar Deus nos dá um novo coração, um coração guiado por Deus, submisso a Deus, um novo espírito, um espírito regenerado que guia o homem para a vontade divina.

Mesmo em nossos dias é impossível agradar a Deus através da Lei escrita em pedra ou em papel, o homem somente irá obedecer a Deus, se pela graça for salvo, não por obediência humana, não por obras humanas, mas pela graça, pelo favor imerecido de Deus. A lei escrita em pedra ou em papel não poderá jamais gerar bons desejos no homem, bons pensamentos no homem, mas quando Deus nos dá um novo coração, e escreve nesse coração a sua vontade, obedecemos a Deus não por ordem “ não farás ” , mas por prazer, pela vontade que Deus colocou em nós inclinada para o bem. (Efésios 2:8-9)

É melhor ter a a vontade divina escrita em nosso coração, do que a Lei escrita na pedra ou no papel.

Pastor Edson

Imagens para Compartilhar no Facebook 29/10 #reforma

A paz do Senhor, irmãos!

Continuando nossa semana da #reforma, hoje teremos imagens pra você protestar no Facebook também.

Então, tá esperando o que? Compartilha!






Deus te abençoe!

27 outubro 2012

O que não é evangelho

Agora que já explicamos sobre o que foi a Reforma e no que ela se baseia, podemos falar sobre nossa indignação a respeito do fato de que nos dias de hoje as mesmas heresias estão sendo pregadas.

Neste vídeo, David Wilkerson fala sobre tantas "doutrinas", "costumes" que estão entrando na igreja sorrateiramente. Como pode ser que alguém seja liberto se não ouvir nem ler a palavra de Deus? Não há como ser liberto senão pela palavra. (Jo 8:32) Por isso, ao pregar, ou permitir que preguem heresias, encham os "cultos" com sentimentalismo, mundanismo, superstições, magia, simbologia etc, nos tornamos cúmplices deste pecado que o apóstolo Paulo diz ser maldito! (Gl. 1:9). Culto que não denuncia o pecado, que não se prega a palavra, cheio de rodopios e "unções" desconhecidas na bíblia, onde há sentimentalismo, mas não há arrependimento, onde os nossos sentimentos recebem mais atenção do que os atributos de Deus... isso não é culto, além de não libertar ninguém não louva a Deus!

É isso mesmo irmão! Nós temos um compromisso com a verdade e não com multidões, ou em tornar a igreja agradável para as pessoas. Não podemos maquiar o evangelho, não podemos enfeitá-lo para que pareça mais bonito, não podemos trocar o sangue de Cristo por refresco para que seja mais agradável para as pessoas, como disse David Platt.

Se naquela época eram pregadas heresias e era um pecado enorme, se deturpar e manipular a palavra de Deus é desonrá-lo, nós deveríamos sim nos preocupar muito mais com a verdade do que temos nos preocupado. Tenha certeza de que Ele vai cobrar de nós das vezes que falamos heresias, e das vezes em que nos calamos.




"Você não é responsável somente pelo que diz, mas também pelo que não diz"
"A paz, se possível. A verdade a qualquer custo!"
Martinho Lutero

26 outubro 2012

Os 5 solas

Bom dia, irmãos!

Vocês devem ter percebido que estamos nos preocupando em primeiro explicar bem o que é a Reforma Protestante e o que ela prega, para depois postar textos que falem sobre os temas que a Reforma abordava, pois queremos que todos entendam primeiramente do que se trata. Por isso hoje falaremos sobre "os 5 solas". Veja só:



Depois que a Igreja foi "reformada" notou-se uma preocupação em redigir uma declaração de fé, algo que dissesse no que estes novos cristãos acreditariam. Daí nasceram várias confissões de fé, porém a mais pratica e objetiva é a dos "5 solas".

"Sola" em latim significa "somente". Neste caso a tradução seria algo como "Os 5 somentes".

1. Sola Gratia - Só a graça
Como já comentamos em outros posts, naquela época cria-se que a salvação era por meio de obras, sacrifícios que o povo fazia, como subir as escadas do templo de joelhos, rezar o terço diversas vezes ou doar dinheiro a igreja. Mas os cristãos reformados criam que a salvação era somente através da graça de Deus. (Ef. 2:8-9) Nosso pecado era demasiadamente grande e por estarmos mortos em nossos pecados jamais chegaríamos a Deus, nem mesmo aquele que fizesse as melhores ações na terra, porque nós eramos infinitamente pecadores e Deus, infinitamente santo. A única coisa que pode nos salvar é a graça, é se o Deus santo escolhesse purificar pecadores e salvá-los. (Ef. 2:5) Por isso não somos salvos pelo que fazemos, mas pelo que Deus fez!

2. Sola Fide - Só a fé
Como uma continuação do "Sola gratia", o "Sola fide" declara que somos salvos pela graça, somente através da fé. Então você pode dizer: "Então depende de mim, da minha fé", mas isso não é verdade, porque até a fé é um dom de Deus (Ef. 2:8). Para ser salvo é necessário crer em Deus, para crer é preciso ter fé, e a fé é algo que só o próprio Deus pode nos dar. Isso não significa que não podemos fazer boas obras, mas é necessário entender que não fazemos boas obras para sermos salvos, mas fazemos boas obras porque fomos salvos. As obras são somente uma forma de servir ao Deus que nos salvou. (Jn 2:9) Ou seja, a graça é derramada em nossas vidas para nos salvar e o único meio para que isso ocorra é a fé! (Rm 11:6)

3. Sola Scriptura - Só as escrituras
Na época medieval o povo era proibido de ler a bíblia, e mesmo que tivessem acesso a ela não podiam entendê-la porque era toda escrita em latim, bem como as missas, que eram pregadas neste mesmo idioma. Dessa forma as pessoas não conseguiam entender a bíblia e eram facilmente enganadas. Outro fator era que tudo o que o Papa dizia se tornava lei, desta forma ele usava a bíblia para cumprir seus interesses. Mas os reformadores vieram com a  ideia de que a bíblia é a palavra de Deus, e todos devem ter acesso a ela, não somente o clero, pois como seriam livres se não conhecem a bíblia? (Jo. 8:32) Para isso foi empenhado muito tempo a fim de traduzir a bíblia para diversos idiomas. Junto com isso, os reformadores defendiam que somente a bíblia deveria ser padrão para nossa fé e nossa conduta, e não o que o papa ou qualquer outro homem disser.

4. Solo Christus - Só Cristo
Nesta parte, os protestantes afirmavam que Cristo é o único e suficiente salvador, Ele é o único mediador entre nós e Deus e somente através de Seu sacrifício é que obtemos salvação, purificação de nossos pecados e vida eterna com Deus. Somente o sacrifício de Cristo foi suficiente para nos fazer aceitáveis a Deus. E que seja considerado herege aquele que pregar que a salvação vem de outra fonte ou através de outro, além de Jesus.(Rm. 5:1)

5. Soli deo gloria - Somente a Ele a glória
Não deve ser dada glória a pastores, papas, padres etc, mas somente a Deus! Não devem haver imagens para as quais faremos promessas, mas somente a Deus. Somente a Deus se deve o mérito da salvação, não somos salvos porque somos bons ou porque fizemos boas obras, mas porque Ele escolheu nos dar a sua graça e nos tirar do pecado.Seja a Ele toda a glória! (Rm. 11:36Ef. 3:21)

Deus te abençoe!

Links Legais 26/10 #reforma


Bom dia, irmãos!

Hoje estaremos postando na seção Links Legais vários links de mensagens abençoadas sobre a Reforma, sobre os ideais que ela passou, sobre Lutero e sobre este tema nos dias de hoje. Tenho certeza que, como eu, você vai aprender muitas coisas e ser grandemente abençoado por Deus!


Por uma nova Reforma (via Blog da Ana Paula)

Ecumenismo, avanço ou ameaça a igreja? (via Púlpito cristão)

Desabafo de um pastor (Renato Vargens)

22 marcas de uma possível falsa igreja (via Voltemos ao Evangelho)

Paz sem voz não é paz, é medo (via A  arte de chocar)

Lutero e os Salmos ( via Blog Fiel)

Carta de um diabão sobre 31 de outubro (via Renato Vargens)

Lutero contra a igreja brasileira (via iPródigo)



Deus abençoe!

25 outubro 2012

O que é Reforma Protestante? - Perguntas e Respostas

É curioso e até vergonhoso que a maioria dos cristãos na atualidade não saibam o que é a Reforma protestante ou não deem a este evento a devida atenção. Por isso decidimos fazer um resumo do que foi a Reforma.

Se você não conhecia a Reforma agora vai conhecer um pouco, mas não deixe de pesquisar mais! Este é apenas um resumo para que você possa adquirir um conhecimento básico.

Se você já conhecia, compartilhe com seus amigos. Não podemos permitir que os cristão não conheçam sua própria origem e assim sejam tão facilmente enganados por doutrinas contrárias a Reforma, e portanto, a bíblia!


O que é Reforma Protestante?
A Reforma foi um movimento liderado por Martinho Lutero que tinha o objetivo de reformar a igreja católica, este movimento deu início as igrejas que hoje conhecemos como protestantes, reformadas ou evangélicas.

Quem era Martinho Lutero?
Lutero era um monge da Igreja católica, nascido em 1483 na Alemanha.

Porque Lutero queria reformar a igreja?
Lutero queria reformar a Igreja porque haviam muitas heresias (mentiras, coisas erradas) sendo ensinadas na igreja, coisas que não estão de acordo com a bíblia.

Que tipo de coisas erradas a Igreja católica pregava?
Um exemplo muito recorrente de heresia pregada pela Igreja católica naquela época eram as indulgências. Indulgência era quando a igreja vendia por valores absurdos títulos em papel que supostamente livrariam por um número específico de anos a pessoa que o comprasse do purgatório(local de castigo). Outro tipo de indulgência era quando o povo pagava para tocar em alguma relíquia ou amuleto, como pertences do Papa ou dos apóstolos, uma vez que a pessoa tocasse estaria livre do purgatório por alguns anos.

Indulgências eram a única coisa errada que a igreja católica pregava?
Não. A igreja católica praticava outras coisas erradas como dizer que o Papa nunca errava, sendo que ele é um ser humano como outro qualquer, sujeito a erros.(Jr. 17:9) Outra heresia era a adoração a imagens de homens e mulheres, adoração deve ser somente a Deus. (Ex 20:3-4) A igreja católica também impedia que qualquer pessoa lesse a bíblia, pois todas as bíblias eram escritas em latim, assim como as missas que eram todas pregadas neste mesmo idioma, que por sinal, nenhuma pessoa comum entendia. Se é a verdade que liberta (Jo. 8:32) e somente padecemos por falta de conhecimento (Os. 4:6), é um erro que a igreja prive as pessoas de estudar a bíblia.
Existem ainda outras muitas heresias, você pode conferir uma lista delas aqui.

O que aconteceu na Reforma?
Um dia, dia 31 de outubro de 1517 para ser mais exata, Lutero, já farto de ver tantas coisas erradas serem pregadas e depois de ter tentando falar com o Papa e com outros monges sobre isso sem sucesso; resolveu escrever 95 teses que diziam o que a igreja deveria mudar e as colocou na porta da Igreja de Wittenberg, na Alemanha.
A partir desse dia freiras, monges e pessoas comuns do povo começaram a se despertar, concordar e lutar junto com Lutero para que estas coisas erradas fossem consertadas e a bíblia fosse pregada como realmente é. A partir desse dia estas pessoas que se juntaram a Lutero são consideradas cristãs protestantes.

Se Lutero queria somente "reformar" a igreja por que nasceu outra denominação que são os cristãos protestantes?
Realmente a intenção de Lutero não era começar outra Igreja, ele queria somente reformar a igreja, ou seja, consertar as coisas que estavam erradas. Porém o Papa não aceitou o que Lutero disse, pois esta forma de "pregar" rendia todo o dinheiro que mantinha o alto clero naquela época que por sinal, tinha um estilo de vida bastante luxuoso. Negar estas heresias implicaria em abrir mão de todo este luxo sustentado pelo povo enganado. Desta forma era muito mais fácil dizer a todos que o que Lutero dizia era errado, expulsá-lo da igreja e proibi-lo de pregar. Mas Lutero não desistiu de pregar e continuou se ocupando em falar as pessoas sobre o verdadeiro evangelho.  Lutero não conseguiu reformar a igreja católica porque foi expulso dela, por isso nasceram os cristãos protestantes, que eram os que criam na bíblia, porém de forma diferente dos católicos.

Lutero fez tudo isso sozinho?
Não. Além da graça de Deus que sempre esteve com ele, Lutero teve a ajuda de sua esposa Catarina von Bora e outros padres, monges e freiras que deixaram a igreja católica e se juntaram a ele. Porém outros homens, em outros países, sabendo do que Lutero fez na Alemanha, aderiram aos seus ensinamentos aplicando-os em outros países em toda a Europa. João Calvino em Genebra, João Knox na Escócia, João Wycliff na Inglaterra, Philipp Melanchthon na Alemanha, João Ferreira de Almeida em Portugal, Ulrich Zwinglio na Suíça, Guilherme Farel na França, e muitos outros. Estes homens se empenharam para traduzir a bíblia para diversos idiomas para que o povo pudesse ler e entender, e pregaram a verdade sobre a bíblia.

Por que é tão importante que as pessoas saibam sobre a reforma?
É importante que as pessoas saibam da Reforma porque hoje em dia muitas igrejas oriundas da Reforma se dizem crentes na bíblia, porém além de nem ao menos conhecer a Reforma também não conhecem a bíblia, pregando as mesmas coisas erradas que a Igreja católica pregava antigamente, levantando até um questionamento: será que não precisamos de outra reforma? Dízimos e ofertas se tornaram barganha com Deus ou uma forma para sustentar o luxo e egoísmo de pastores hereges. Novas indulgências foram estabelecidas prometendo cura, prosperidade, libertação etc, tudo fora da bíblia. O culto perdeu totalmente o seu objetivo, que era adorar a Deus; agora músicas e pregações falam apenas de sentimentalismo, cura, libertação, pedidos e não sobre os atributos de Deus. Por estas razão é necessário que as pessoas conheçam a Reforma, para que não caiam no mesmo erro.


Espero que este texto tenha sido útil para tirar suas dúvidas. Porém, se você ainda tiver algumas dúvida você pode entrar em contato conosco através deste email: mbkairos@hotmail.com, ficaremos felizes em ajudá-lo!

Deus te abençoe!

#Deusfalanotwitter 25/10 #reforma

Bom dia, irmãos!

Hoje tem #Deusfalanotwitter especial da #reforma.

Confesso que não é fácil encontrar twitts relacionados ao tema, já que as pessoas não gostam de falar sobre esse assunto, mas tenho certeza de que Deus vai falar com você!



"Em algumas situações, o pior pecado é não fazer nada"


"Uma religião moderada é tão boa para nós 
quanto religião nenhuma -- e mais divertido"





"A graça não vem até nós ocasionalmente ou miseravelmente, 
mas constantemente e agressivamente, onda após onda"

"Você não é responsável apenas pelo que você diz, 
mas também pelo que você não diz"

"Cristo é muito mais poderoso para salvar do que Adão foi para destruir."




Deus te abençoe!

24 outubro 2012

Uso e Recomendo - Livro Cartas de Calvino #reforma

Bom dia, irmãos!

Pra começar a nossa semana especial da Reforma Protestante resolvi falar de um dos maiores reformadores da igreja, notável teólogo, estudante incansável das escrituras, pastor dedicado: João Calvino. Calvino é o autor de um dos livros, ou melhor, série de livros, mais importante da história da igreja: As Institutas.

Porém, para alguém que conhece pouco da bíblia ou está começando na jornada cristã as Institutas são livros muito grandes e com um vocabulário bastante exigente, por isso quis recomendar algo mais prático, o livro "Cartas de Calvino".


Este livro, como o próprio nome diz, traz uma seleção de cartas que Calvino enviou a reis, príncipes, outros reformadores amigos, pessoas do povo etc. Dentre os destinatários destacam-se Guilherme Farel e Philipp Melanchthon, reformadores junto com Calvino e 5 jovens presos em Lyon, na França, esperando seu martírio por causa da obra de Cristo. Mas, na minha opinião, a carta mais bonita é a que Calvino escreve para Martinho Lutero, grande iniciador da Reforma, submetendo a ele seus escritos e toda a sua vida, chegando a chamar Lutero de pai. O mais triste é que a carta nunca chegou ao seu destino.

O interessante do livro é conhecer um pouco da pessoa de Calvino, suas preocupações, suas obras, suas alegrias, dificuldades e até mesmo sobre a morte precoce de seu único filho legítimo e de sua esposa. No decorrer da leitura do livro podemos conhecer um Calvino complementar àquele que aparece em seus textos tão profundos, percebemos o quão enfermo e só era e a sua devoção constante e ininterrupta pela obra de Deus. Apesar de humilde, o Calvino dos livros era ousado e impetuoso, enquanto o Calvino das cartas era carente, manso e, mais uma vez, humilde.

Como grande escritor que era, até mesmo em suas cartas, Calvino tinha o dom de nos fazer sentir o que ele sentia, imaginar sua situação, os locais e as pessoas. Apesar de ser composto totalmente por cartas, o livro não é de forma nenhuma cansativo ou apenas descritivo, mas envolvente e inspirador.

O livro foi lançado em comemoração aos 500 anos do nascimento deste grande servo de Deus e com certeza é uma ótima opção para quem ainda não teve coragem pra ler livros maiores como "As Institutas" ou gostaria de conhecer mais sobre Calvino por suas próprias palavras.


Onde comprar:
Editora Cultura Cristã  R$ 46,00


Deus te abençoe!

Programação Especial da Reforma Protestante

Bom dia, irmãos!

No dia 31 de outubro a Reforma Protestante vai fazer aniversário de 495 anos, e no dia 27 de outubro nós faremos em nossa igreja um culto para celebrar este dia e continuar protestando. Por isso, a partir de hoje até  o dia 31 nós vamos fazer uma semana inteira com uma programação diferenciada voltada para os ideais da Reforma.


Nós notamos que apesar de o número de cristãos ter crescido no Brasil, pouquíssimas pessoas conhecem a Reforma Protestante, que foi um evento muito importante. Por isso estamos nos comprometendo a falar nessa semana a respeito dos temas mais abordados pelos reformadores, porém de forma clara e objetiva para que mesmo aqueles que não conhecem muito sobre teologia possam acompanhar e se interessar ainda mais pela bíblia. Em nossa igreja já estamos fazendo isso, adotamos o tema "teologia" para as pregações de todos os cultos do mês, porém de forma que possamos aplicar em nosso cotidiano, tem sido uma bênção!

Espero que o Senhor possa falar com você também!

Se quiser saber mais sobre o Culto da Reforma que faremos em nossa igreja ou sobre o que é a Reforma em geral clique aqui.

Deus te abençoe!

23 outubro 2012

Deus quer que você seja como o Bicho-da-seda!


“Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.” 2 Coríntios 5:17

A Paz de Cristo, irmãos! Hoje gostaria de compartilhar uma experiência que tive na semana passada, quando estive no Museu de Ciências da USP, em uma excursão escolar.

Eu tive a oportunidade de ver e conhecer muitas coisas legais, mas Deus me chamou a atenção a um ser da natureza muito peculiar, o bicho-da-seda. Ele é uma espécie de lagarta, que ao formar o seu casulo, usa um fio que em breve se tornará a seda. E sendo assim, o bicho-da-seda se transforma em uma mariposa, abandonando a forma de lagarta. Mas você deve estar pensando: “O que isto tem a ver com a Bíblia, ou com minha vida Espiritual?”. Da mesma forma que o bicho-da-seda se transforma em uma mariposa, deixando de ser aquela criatura estranha e que provoca nojo em muitas pessoas, nossas vidas serão transformadas.

Como diz o versículo acima, aqueles que estão em Cristo são nova criatura. E ás vezes nós olhamos para nós mesmos e só conseguimos ver pecado, maldade, erros etc. E muitas vezes até sentimos vergonha daquilo que somos, mas Deus, em sua infinita e poderosa graça, nos concede a transformação, Ele nos santifica a cada dia e nos convence de nosso pecado para que venhamos a nos transformar em algo glorioso e amável aos olhos Dele. E não só Espiritualmente falando, mas Deus nos abençoa, Ele ainda cumprirá as suas promessas em nossas vidas. Podemos olhar e não conseguir enxergar as coisas melhorando, a mão de Deus agindo, as dificuldades se transformando em vitórias, mas mesmo assim Deus age. Ele vai além das nossas expectativas, e transforma o fraco em forte, o desprezível em amável.

Mas existe um porém, o bicho-da-seda irá se transformar em uma bela mariposa sim, mas o que chama a atenção nele é o fato de que o seu casulo forma a seda. Ele é conhecido por fazer a seda durante o processo de transformação em mariposa, até porque, todos sabem que esta larva produz a seda, mas são poucos que sabem que ela vira uma mariposa. E assim somos nós, é claro que seremos transformados, é claro que Deus irá nos abençoar, é claro que Deus pode transformar algo horrível em algo glorioso, mas o mais importante não é nada disso. O que importa em nossas vidas é o processo de transformação, pois é nele que desenvolvemos a nossa “seda”, ou seja, a adoração a Deus. Nós nascemos para isso. O que deve chamar a atenção em nós deve ser a nossa devoção a Deus, o nosso amor aos preceitos Dele e não as bênçãos que recebemos aqui na Terra. As pessoas devem olhar para nós e ver que mesmo passando por dificuldades, mesmo em meio a um “casulo” chamado dívida, solidão, divórcio, desemprego etc, nós conseguimos desenvolver adoração ao nome de Deus.

Sendo assim, querido, não se preocupe com a sua vida aqui na Terra, não se preocupe com as bênçãos e transformações que você precisa, mas tenha o seu coração e a sua mente em adorar a Deus, em exaltar o nome Dele. Que você possa ser reconhecido, antes por ser um adorador e consequentemente por ser abençoado por Deus.

Deus abençoe, Bicho-da-seda!

Como prestar um culto verdadeiro

Bom dia irmãos!

Vejam só esta maravilhosa mensagem do príncipe dos pregadores, C.H. Spurgeon, que tem tudo a ver com a mensagem de ontem.




O rasgar de vestes e outros sinais exteriores de emoção religiosa podem ser manifestados com facilidade e, freqüentemente, são hipócritas. Sentir o verdadeiro arrependimento é muito mais difícil e, conseqüentemente, muito menos comum. Os homens atenderão às mais diversas e minuciosas normas de cerimônias religiosas que são agradáveis à carne. Mas a verdadeira fé é bastante humilhante, perscrutadora e completa, e não atrai o gosto carnal dos homens. Alguns preferem algo mais ostentoso, superficial e mundano.

Os ouvidos e olhos são satisfeitos, a presunção é alimentada, e a justiça própria é enaltecida. Todavia, eles estão enganados, porque, na hora da morte e no Dia do Juízo, a alma necessita de algo mais substancial do que cerimônias e rituais em que possa confiar. Oferecida sem um coração sincero, toda forma de adoração é um fingimento e uma zombaria descarada da majestade no céu. O rasgar do coração é uma obra realizada por Deus e experimentada com solenidade. E uma tristeza secreta experimentada pessoalmente, não como um ritual, e sim como uma obra profunda e constrangedora da alma, por parte do Espírito Santo, no coração de todo crente.

Não é uma questão para ser meramente discutida e crida, mas para ser aguda e sensitivamente experimentada em cada filho do Deus vivo. O rasgar do coração é poderosamente humilhante e completamente purificador do pecado; mas, depois, é docemente preparatório para as consolações graciosas que espíritos orgulhosos não podem receber. É distintamente característico, pois pertence aos eleitos de Deus, e para os tais apenas. O versículo de hoje nos ordena a rasgar o coração, mas ele naturalmente é tão duro quanto o mármore.

Como, então, podemos fazer isto? Temos de levar nosso coração até ao Calvário. A voz de um Salvador quase morto rasgou as rochas naquela ocasião e continua tão poderosa agora como o foi naquele dia. O bendito Espírito Santo, faze-nos ouvir os clamores de morte do Senhor Jesus, e nosso coração será rasgado, à semelhança de homens que rasgavam suas vestes no dia de lamentação.


Deus te abençoe!

22 outubro 2012

Imagens para compartilhar no Facebook 22/10









Deus te abençoe!

Em espírito e em verdade

"Disse-lhe a mulher: Senhor, vejo que és profeta. Nossos pais adoraram neste monte, e vós dizeis que é em Jerusalém o lugar onde se deve adorar. Disse-lhe Jesus: Mulher, crê-me que a hora vem, em que nem neste monte nem em Jerusalém adorareis o Pai. Vós adorais o que não sabeis; nós adoramos o que sabemos porque a salvação vem dos judeus. Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade." João 4:19-24


Me chama muita atenção quando Jesus diz que importa que nós o adoremos em espírito e em verdade. É como se Ele quisesse frisar que isso é realmente importante.

O que Jesus quis dizer quando falou em "verdade"? Uma vez, pesquisando, descobri que as palavras "em verdade" no grego significavam "efetivamente" ou seja, de forma real, completa. Neste versículo Jesus mostra que não era errado adorar no monte, ou em Jerusalém, ou no templo etc. Entretanto, o local era irrelevante. Deus estipulou um local onde o povo se reuniria para adorá-lO, este local, assim como as profecias, os rituais judaicos, a circuncisão etc, eram um simbolismo do que havia de vir, estas coisas apontavam para Cristo. Uma vez que Cristo veio ao mundo todas estas coisas se tornaram incompletas, irrelevantes, porque a essência de tudo aquilo se tornou real. A lei é a sombra, Cristo é a substância!

Cristo veio não apenas para unir Deus aos homens, mas para o unir o céu a terra. O tabernáculo celeste, que é a presença do próprio Deus substituiu o tabernáculo terreno e corruptível. O símbolo disso é o véu do templo, que separava os homens de Deus e que foi rasgado de cima  baixo no momento da morte de Cristo, mostrando que através de Jesus temos acesso a Deus novamente, não por meio de amuletos ou rituais, mas acesso direto, na qual apenas o próprio Jesus é nosso mediador, nossa ligação com o Pai.

É por isso que Jesus afirmou a mulher samaritana que era chegada a hora de adorar, não no monte ou em Jerusalém, mas em espírito e em verdade, porque aquele que viria para materializar todas as promessas e todas as leis estava diante dela.

Nós, entretanto, muitas vezes insistimos em adorar como a mulher samaritana, usando rituais, amuletos, palavras "especiais", posições especiais etc. Não se engane, quando Cristo veio, ele anulou todo o poder destes "acessórios", seria desonrar a Deus se nos utilizássemos destas coisas para adorá-lO. Não pense que uma roupa de dança, ou um instrumento musical específico, sentimentalismo, repetições etc, serão mais atrativas a Deus. Todas estas coisas só querem dizer que, para nós, o sacrifício de Cristo não foi suficiente para nos unir a Deus e que precisamos usar de acessórios para que nossa adoração seja aceitável a Deus. O que torna a nossa adoração aceitável a Deus é o sacrifício de Cristo.

Importa que O adoremos em espírito e em verdade.

Deus te abençoe!

20 outubro 2012

Você canta as Escrituras?

Bom dia, irmãos!

Já a algum tempo tenho acompanhado o Blog "Cante as Escrituras" e achei muito interessante o objetivo deste espaço, que é filiado a um outro Blog muito bom e que eu visito diariamente, o Voltemos ao Evangelho. O "Cante as Escrituras" protesta contra a falta de conteúdo bíblico da música evangélica brasileira, o blog defende a ideia de que a música é muito importante no culto a Deus além de ser uma ferramenta muito interessante na adoração, memorização, ensino etc.

Essa semana me deparei com este vídeo onde Yago Martins, participante do projeto, fala sobre a nossa responsabilidade sobre as músicas cantadas na igreja, diz ainda que não é apenas ruim, mas é pecado cantar na igreja algo que não seja didático, algo que não é bíblico.

Yago usa o texto de Colossenses 3:16 para falar sobre o assunto: “A palavra de Cristo habite em vós abundantemente, em toda a sabedoria, ensinando-vos e admoestando-vos uns aos outros, com salmos, hinos e cânticos espirituais, cantando ao Senhor com graça em vosso coração” .

O vídeo é muito interessante, principalmente para quem se relaciona com música na igreja. Vale muito a pena assistir!




Deus te abençoe!

19 outubro 2012

Como Deus cuida da ovelha rebelde?

"Que homem dentre vós, tendo cem ovelhas, e perdendo uma delas, não deixa no deserto as noventa e nove, e não vai após a perdida até que venha a achá-la? E achando-a, a põe sobre os seus ombros, gostoso; E, chegando a casa, convoca os amigos e vizinhos, dizendo-lhes: Alegrai-vos comigo, porque já achei a minha ovelha perdida." Lucas 15:4-6



Você já deve conhecer esta parábola que o próprio Jesus contou. Ele é o bom pastor e nós somos a ovelha rebelde que fugiu do aprisco. Jesus não desiste de nós, Ele poderia ter dito "É apenas uma ovelha, ainda tenho noventa e nove", mas Ele decidiu ir atrás de nós, os perdidos, Ele fez questão de que nenhum de nós se perdesse. (João 17:12)

Mas há um fato pouco conhecido que eu gostaria de lhe contar. Certa vez ouvi alguém dizer que existe um costume entre pastores de ovelhas: quando uma ovelha é muito rebelde, foge e se perde com frequência do grupo, o pastor toma uma atitude drástica, ele quebra a perna da ovelha. Você pode pensar "Por que alguém cometeria tamanha crueldade?" , é que essa é a única forma de a ovelha voltar a ser obediente. Debilitada e  sem condições de se locomover sozinha a ovelha precisa aprender a confiar no pastor que proverá pessoalmente o curativo para sua perna, alimento, água, locomoção etc. Ele a carrega nos ombros, como Jesus descreveu, até que ela esteja completamente sã. Quando a ovelha finalmente se cura ela já estará acostumada a depender do pastor e a obedecê-lo.

Da mesma forma Deus faz conosco! Ele não desiste de nós, você pode pecar, fugir da presença Dele, mas pode ter certeza de que sempre haverá perdão para nossos pecados. Porém junto com o perdão vem a correção, Deus "quebra a nossa perna", tira de nós todas as possibilidades de fazer algo por nós mesmos, fecha as portas, cessa as oportunidades, para que possamos aprender a confiar somente Nele. Não precisa ter medo, Ele vai te carregar nos ombros, Ele vai prover tudo o que você precisa, mas este momento difícil só vai acabar quando você aprender a confiar em Deus!

Está sentindo que tudo está dando errado? Todas as portas se fecharam? Talvez Deus esteja querendo te ensinar obediência e confiança, mas não se preocupe, Ele te carregará no pescoço e cuidará de você até o fim!

Deus te abençoe!

Legais Links 19/10

Bom dia, irmãos!

Amanhã começa o tão esperado fim de semana, mas não antes de conferir essa seleção com links pra trazer edificação e graça para nós!


10 motivos e passos para a Meditação nas Escrituras (Voltemos ao Evangelho)

Toda Terra está cheia da Sua glória (Blog Fiel)



Jesus fala à Roma (via iPródigo)

10 coisas que jovens em um relacionamento sério devem saber (via Blog fiel)

Como prestar um culto verdadeiro? (via Hospital da alma)

Você canta as escrituras? (via Cante as Escrituras)


Deus te abençoe!

18 outubro 2012

Perseverando no Senhor


Quando ouvimos a respeito da perseverança, logo imaginamos como uma exortação de Deus a nós a permanecer firmes, inabaláveis e confiantes, algo que o homem deve fazer para ser salvo, afinal, a bíblia diz que “Aquele que perseverar até o fim será salvo.” Mateus 10.22. Mas a verdade é que, assim como a eleição, a regeneração, a fé e a justificação; a perseverança é a nossa resposta ao toque do Espírito Santo em nossas vidas. Deus providenciou tudo o que nós precisamos para sermos salvos e Ele garante que iremos chegar até o fim!



Podemos ver na bíblia vários exemplo de pessoas que foram tocadas pelo Espírito Santo e perseveraram até o fim. Gostaria de usar o exemplo de Calebe. Leia comigo Josué 14.6-12:

“Então os filhos de Judá chegaram a Josué em Gilgal; e Calebe, filho de Jefoné o quenezeu, lhe disse: Tu sabes o que o SENHOR falou a Moisés, homem de Deus, em Cades-Barnéia por causa de mim e de ti. Quarenta anos tinha eu, quando Moisés, servo do SENHOR, me enviou de Cades-Barnéia a espiar a terra; e eu lhe trouxe resposta, como sentia no meu coração; Mas meus irmãos, que subiram comigo, desesperaram o coração do povo; eu porém perseverei em seguir ao SENHOR meu Deus. Então Moisés naquele dia jurou, dizendo: Certamente a terra que pisou o teu pé será tua, e de teus filhos, em herança perpetuamente; pois perseveraste em seguir ao SENHOR meu Deus. E agora eis que o SENHOR me conservou em vida, como disse; quarenta e cinco anos são passados, desde que o SENHOR falou esta palavra a Moisés, andando Israel ainda no deserto; e agora eis que hoje tenho já oitenta e cinco anos; E ainda hoje estou tão forte como no dia em que Moisés me enviou; qual era a minha força então, tal é agora a minha força, tanto para a guerra como para sair e entrar. Agora, pois, dá-me este monte de que o SENHOR falou aquele dia; pois naquele dia tu ouviste que estavam ali os anaquins, e grandes e fortes cidades. Porventura o SENHOR será comigo, para os expulsar, como o SENHOR disse.”

1. O SENHOR OPERA EM NÓS    Para que alguém persevere e chegue até o fim, Deus irá agir na vida do Seu eleito.

Gostaria de chamar atenção para o versículo 6, onde Calebe relata que o Senhor falou a Moisés a seu respeito e de Josué. O próprio Deus disse a respeito, não da sua herança ou da sua promessa, mas a respeito da sua vida. Deus também disse algo a nosso respeito, antes da fundação do mundo, que somos Dele!

Também podemos ver que foi Deus quem tocou no coração de Calebe para que tivesse fé e confiasse no Senhor quando foram espiar a terra de Canaã, pois a bíblia diz que a sua resposta foi de acordo com o que “sentia no coração.” Deus vai tocar em seu coração e acrescentar fé para que você persevere.

E Ele também irá te conservar em vida, conforme fez com Calebe. Depois de 45 anos, ele ainda estava forte e firme, esperando a sua herança. Deus irá te guardar e preservar a sua fé. Mesmo que você caia, o Senhor te levanta e te preserva. Ele não desiste de você. Você é imortal, até que os planos de Deus se cumpram na sua vida!

2. NÓS RESPONDEMOS AO TOQUE DO SENHOR  Aquele que é tocado pelo Espírito Santo, responde com perseverança.

“eu porém perseverei em seguir ao SENHOR meu Deus” Precisamos perseverar no Senhor. A bíblia diz que a igreja em Atos dos apóstolos perseverava na doutrina dos apóstolos. É nisso que precisamos estar firmes, na palavra de Deus. E a palavra diz que somos eleitos de Deus; não somos escravos do pecado e não somos mais mortos espiritualmente, agora temos vida, porque Cristo morreu por nós e nos fez filhos de Deus. Precisamos nos lembrar dessa palavra e perseverar nela. Não viva mais como alguém que é escravo do pecado ou como morto espiritualmente. O Senhor te deu vida!

Calebe foi diferente dos seus irmãos que subiram a espiar a terra. Sabemos que Moisés enviou 12 espias e apenas 2 deles voltaram alegres e perseverantes, Josué e Calebe. A terra era a mesma que todos eles viram, mas 10 deles difamaram a terra e 2 tiveram bom ânimo.(Nm 13.30-32). Quantas pessoas entram na igreja e ouvem a palavra de Deus, mas alguns saem cheios do Espírito Santo e outros saem difamando. A mesma palavra é pregada para todos, mas aqueles que foram tocados pelo Espírito Santo, vibram com a verdade do Senhor que é anunciada.

Além disso, os outros espias desesperaram o povo. Essa não é uma característica de quem persevera. Para perseverar é necessário confiar no Senhor. Quando entendemos que a nossa salvação vem do Senhor e é Ele quem nos preserva para que cheguemos ao fim, isso causa em nós tremenda confiança no Senhor. Tanto para salvação como em todas as áreas da nossa vida, afinal, “Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes o entregou por todos nós, como nos não dará também com ele todas as coisas?” (Rm 8:32)

3. BENEFÍCIOS DE CONFIAR NA PALAVRA DO SENHOR  O que a doutrina da perseverança dos santos causa em nós?

“Certamente a terra que pisou o teu pé será tua, e de teus filhos, em herança perpetuamente.”
Você conhece alguém que recebeu um terreno, casa ou carro por herança para sempre? Não existe nenhum bem nesse mundo que seja para sempre. Mas Moisés disse a Calebe que a sua herança seria sua perpetuamente. Com certeza essa herança era a vida eterna! Aquele que perseverar até o fim será salvo! Crer que Deus persevera em nós nos dá a certeza de que somos salvos eternamente.

A herança perpetua seria dele e de seus filhos. A salvação de Deus também alcança a sua casa e toda a sua família. Josué disse ao povo de Israel: eu não sei quanto a vocês, “porém eu e minha casa serviremos a Deus” (Js 24.20).

“E ainda hoje estou tão forte como no dia em que Moisés me enviou; qual era a minha força então, tal é agora a minha força.”

A perseverança do eleito do Senhor não é algo baseada nas coisas do mundo ou parecida com o ânimo dos incrédulos. Essa perseverança não diminui, não acaba, não morre, não desanima. Os eleitos de Deus não perdem a sua força, não param no meio do caminho. Se Deus tocou no seu coração você vai até o fim sem desistir ou desanimar. Em I João 2.19 lemos: “Saíram de nós, mas não eram de nós; porque, se fossem de nós, ficariam conosco; mas isto é para que se manifestasse que não são todos de nós.”

“naquele dia tu ouviste que estavam ali os anaquins, e grandes e fortes cidades. Porventura o SENHOR será comigo, para os expulsar, como o SENHOR disse.”

E por último, temos a certeza que iremos vencer porque o Senhor é conosco. Calebe recebeu uma terra que estava sendo habitada por grandes e fortes cidades. Ele já tinha 85 anos, mas não desanimou por isso, pelo contrário, tinha certeza que a terra seria sua, porque o Senhor era com ele. A perseverança nos faz ter certeza de que podemos todas as coisas porque o Senhor é conosco. Não porque somos bons ou pelo tamanho da nossa fé, mas simplesmente porque Ele está conosco como prometeu! Deus que você tenha certeza não somente para salvação, como se isso já não fosse o suficiente, mas também para cada detalhe da sua vida, cada batalha, cada desafio; podemos ter a certeza que somos mais que vencedores!

“E farei com eles um pacto eterno de não me desviar de fazer-lhes o bem; e porei o meu temor no seu coração, para que nunca se apartem de mim. E alegrar-me-ei por causa deles, fazendo-lhes o bem; e os plantarei nesta terra, com toda a fidelidade do meu coração e da minha alma.” Jeremias 32:40-41

#Deusfalanotwitter 18/10

Bom dia, amados irmãos em Cristo!

Hoje separamos as melhores frases da semana pra mais um #Deusfalanotwitter. Espero que Ele realmente fale com você!










"A história da humanidade é a longa e terrível história do homem 
tentando encontrar algo que possa fazê-lo feliz além de Deus"


"O Deus que permite o Sol é o mesmo que permite a chuva... 
Porque ambos são necessários"


Deus te abençoe!

17 outubro 2012

Como reconhecer um cristão?

"E nisto sabemos que o conhecemos: se guardarmos os seus mandamentos. Aquele que diz: Eu conheço-o, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade. Mas qualquer que guarda a sua palavra, o amor de Deus está nele verdadeiramente aperfeiçoado; nisto conhecemos que estamos nele. Aquele que diz que está nele, também deve andar como ele andou. " 1 João 2:3-6



É possível reconhecer que alguém é realmente filho de Deus e o ama? O apóstolo João diz que sim. A única forma de conhecer que alguém é filho de Deus é olhando para sua conduta e para suas atitudes.

As pessoas costumam achar que se alguém prospera financeiramente, se ele profetiza, fala em línguas, canta bem, prega bem, faz caridade etc, isso é sinal de que este alguém é realmente cristão. Automaticamente se a pessoa passa por dificuldade financeiras, não possui nenhum dom aparente, não ora alto etc, essa pessoa é considerada ímpia.

Mas como João disse, pode-se reconhecer um verdadeiro cristão quando se vê que ele guarda os mandamentos de Deus, é aperfeiçoado em amor e anda como Cristo andou.

Pois é, como pode alguém dizer que é filho de Deus se não conhece a Deus? É necessário que conheçamos a Bíblia o máximo que pudermos, aquele que é filho de Deus e que foi regenerado pelo Seu Espírito se empenha em conhecer e guardar a palavra de Deus. Uma vez que conhecemos Sua palavra somos tomados pelo Seu amor, que dia a dia nos aperfeiçoa e nos faz mais parecidos com Ele. É através da palavra que conhecemos o maravilhoso amor, e a cada dia este amor vai nos transformando, mudando nossas atitudes, nossa forma de pensar etc.

Por fim, devemos andar como ele andou. Mas não pense que é porque com o passar do tempo você estará completamente santo como Jesus era. Andar como Jesus andou não significa ser santo como Ele era, porque é Ele quem nos santifica, mas significa seguir os Seus passos. Jesus viveu todos os seus dias para cumprir o propósito do Pai de salvação, da mesma forma andemos nós em função de seguir os propósitos de Deus, a Sua vontade e seguindo os mandamentos de Deus como nossa maior base.

Somente alguém que conhece e guarda os mandamentos de Deus com devoção pode ser chamado Filho de Deus!

Deus te abençoe!

Uso e Recomendo - Nada pode calar um adorador / Eyshila


Este CD de Eyshila não é novo, mas é um dos CDs que mais gosto da cantora.

Para entender o tema tratado no CD é preciso saber o que a Eyshila passou no ano anterior ao que o CD foi lançado. Ela teve um problema com as cordas vocais e ficou um ano sem poder cantar e ministrar louvores. Foi um momento muito difícil para ela e sua banda, mas apesar das dificuldades, foi neste tempo em que a cantora reuniu um de seus melhores repertórios. Por isso o título “Nada pode calar um adorador”.

As letras das músicas que compõem o álbum são muito fortes e com certeza são inspiradas por Deus. A música tema é uma das mais emocionantes: “Não existem prisões que contenham a voz de quem te adora, oh Senhor!”. E ao saber do que a cantora passou e ouvir as faixas do CD podemos perceber que a Eyshila está cantando algo que viveu, algo que está realmente saindo de seu coração. Hoje vemos muitos cantores por aí, que cantam canções vazias e cheias de repetições e ao contrário disto, nesse CD podemos observar e sentir uma grande unção fluindo das canções.

Outra música que me tocou e me fez sentir a presença de Deus foi “Te amo, Espírito Santo”, que começa com uma ministração da Eyshila contando que apesar de não poder cantar, em seu coração estava todo o tempo adorando ao Senhor e declarando o seu amor ao Espírito Santo. E na música, podemos observar isto: “Mesmo que não saia nenhum som de mim, a minha alma vai cantar pra Ti!”.

Aqui está a lista das músicas do CD:

1. Introdução
2. Não temerei
3. Deus dos vales, Deus dos montes
4. Nada pode calar um adorador
5. Som de um coração
6. Meu abrigo - part. Liz Lanne
7. Espírito Santo
8. Ministração
9. Te amo, Espírito Santo
10. Minha casa
11. Mulher abençoada
12. Nunca é tarde
13. Pastor
14. Um dia dirão

Agora, falando da parte musical, a Eyshila teve um crescimento musical muito grande a partir deste álbum, além de mostrar seu jeito espontâneo de conduzir as músicas, a cantora expandiu sua capacidade vocal. Podemos ver que ela ficou mais segura e desenvolveu formas diferentes de usar a sua voz aguda. As músicas seguem uma linha mais pop e algumas até levam ao folk, o que mostra o crescimento da cantora não só com sua voz, mas em seus arranjos e composições. É claro que não podemos nos esquecer do grande papel do Pr. Emerson Pinheiro que foi o produtor do CD.

Outra coisa que gostei neste CD é que as melodias não são tão previsíveis e comerciais, o que torna o repertório mais autêntico e memorável.

O que me leva a recomendar este CD a todos também é pelo fato de ser um álbum muito versátil, tendo músicas que podem tanto ser tocadas na igreja, quanto serem ouvidas no carro durante uma viagem. E vai do congregacional ao pop sem perder o estilo da Eyshila.

Então não deixe de ouvir este Cd, espero que você seja abençoado como eu fui!

Onde comprar:

Saraiva  19,30
Siciliano 19,30

16 outubro 2012

Renovando a gratidão a Deus


“Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo;” Efésios 1:3

Olhe em volta. O que você vê? Angústia, dor, tristeza, arrependimentos, sofrimento, choro, atrocidades, mal, amargura, falsidade, discórdia, nuvens negras, tempos ruins? Você pode estar vendo isso ao seu redor, mas será que é só isso que Deus tem dado a você?

Muitas pessoas hoje, dizem serem ateus por que não se conformam com o mal que existe no mundo. As pessoas preferem acreditar que não existe um Deus do que crer em um Deus que governa um lugar cheio de problemas. Mas apesar de nós sabermos que estas pessoas estão erradas e ás vezes até as condenarmos, muitas vezes essa dúvida passa por nossas cabeças: “Se Deus existe e eu o sirvo, por que estou sofrendo?”, “Deus não me ama? Então por que só consigo enxergar dificuldades em minha vida?”, “Por que eu devo adorar a Deus se Ele não me faz nada de bom?”.

Bom, aos nossos olhos, pecaminosos, maus, que sempre destorcem a verdade, podemos até não enxergar algo de bom que venha das mãos de Deus. Mas leia novamente o texto acima: “Bendito o Deus... O qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais...”. Olhando para sua vida você pode até não ver, mas Deus te deu bênçãos espirituais muito antes de você nascer. Você não merecia nada, nenhum bem se quer, mas Deus, sendo grande em misericórdia, te amou e escolheu te abençoar. Ele deu o seu filho para morrer por sua causa na cruz. Jesus se fez maldição para te dar bênçãos. Deus rasgou o véu que te separava da presença Dele só para que você pudesse ter um relacionamento íntimo com Cristo. Deus te amou, quando ninguém mais amava. Deus te quis, quando ninguém o queria. Deus te estendeu a mão quando muitos a encolhiam. Deus te ama e te deu bênçãos Espirituais que você não pode nem contar.

E, além disso, as bênçãos de Deus não se limitam as regiões Celestiais, o que não seria injusto, mas Ele ainda escolhe te abençoar aqui na Terra. Deus te dá livramentos a todo instante, te protege dos ataques constantes do inimigo e Ele ainda plantou sonhos em você para que você visse o agir de Deus em sua vida.

Por isso, quando essa dúvida chegar, não se esqueça que há muitos motivos para adorar e agradecer a Deus. Suas bênçãos são infinitas sobre nós. Agradeça a Deus todos os dias e ao amanhecer, diga como o Apóstolo Paulo disse: “Bendito é o Deus e pai de nosso Senhor Jesus Cristo!”


Escravos de Cristo

Bom dia, irmãos!

Gostaria de dividir com vocês este texto maravilhoso que encontrei no iPródigo. Ele é um pouco extenso mas é muito bom, espero que Deus fale com você como falou comigo!



Ao começar a pregar o livro de Filipenses, recentemente, notei que logo de cara Paulo identifica a si mesmo e Timóteo como escravos de Cristo Jesus (Filipenses 1.1). Hoje em dia, na maioria das traduções aparece “servos”, mas a palavra grega é doulos, que significa propriamente “escravo”. Ao mencionar sua escravidão a Cristo no início da carta, Paulo pretendia que os Filipenses – que estavam lutando com questões de perseverança em meio a conflito (Filipenses 1.27-30; 4.1), unidade entre os crentes (2.1-2; 4.2-3), humildade (2.3-9) e alegria em meio às perseguições (2.17-18, 3.1, 4.4) – fossem lembrados que também eram escravos de Jesus Cristo, e que essa identidade deveria moldar suas reações a essas situações.

É interessante notar que escravo é uma das autodesignações preferidas dos apóstolos e outros autores das Escrituras. Tiago invoca esse título para si no verso de abertura de sua epístola (Tiago 1.1). O mesmo é verdade para Pedro (2 Pedro 1.1), Judas (Judas 1.1) e para o apóstolo João (Apocalipse 1.1). Além disso, Paulo repete que ele é doulos de Cristo ao longo de suas outras cartas: Romanos, 1 Coríntios, Gálatas, Efésios, Colossenses, 2 Timóteo e Tito. O termo é usado pelo menos 40 vezes no Novo Testamento para se referir ao crente, e o equivalente hebraico é usado mais de 250 vezes para se referir aos crentes do Antigo Testamento. Podemos concluir com segurança que o Senhor quer que o Seu povo veja a si mesmo desta forma.

Em seu cerne, a essência da vida cristã pode ser descrita como escravidão a Cristo.

Cinco Paralelos

Então, o que significa ser um escravo? Em seu excelente livro, simplesmente intitulado Escravo, John MacArthur destaca cinco paralelos entre o cristianismo bíblico e a escravidão do primeiro século. O primeiro é propriedade exclusiva. Escravos são propriedade dos seus mestres. Como Paulo diz aos crentes claramente em 1 Coríntios 6.19-20: “Vocês não são de si mesmos. Vocês foram comprados por um preço.” Veja, os cristãos não vivem em um mundo de livre autonomia. Nós não somos os donos do nosso destino nem os capitães de nossas almas. Fomos comprados por um preço e por isso pertencemos Àquele que pagou esse preço.

“Portanto”, diz Paulo em 1 Coríntios 6.20, porque foram comprados por alto preço e não são de si mesmos, “glorificai a Deus no vosso corpo.” Propriedade exclusiva implica submissão completa. Se pertencemos a Cristo, se Ele é nosso dono, então o comando de nossa vida não é a nossa vontade, mas a vontade dEle, a vontade de nosso Mestre.

Terceiro: devoção singular. Nenhum escravo se preocupava em obedecer outros mestres, sua principal preocupação era com a realização da vontade daquele a quem ele pertencia. Nosso Mestre, o próprio Senhor Jesus, nos lembra em Mateus 6.24: “ninguém pode servir a dois senhores, porque ou há de odiar a um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro.” O evangelista século XIX George Müller capturou lindamente o espírito de escravidão a Cristo quando escreveu:


“Houve um dia em que morri, absolutamente morri, morri para George Müller e suas opiniões, preferências, gostos e vontade; morri para o mundo, sua aprovação ou censura; morri para a aprovação ou acusação de meus próprios irmãos e amigos, e desde então tenho estudado apenas para mostrar-me aprovado a Deus” (citado em Escravo).

O escravo de Cristo é singularmente devoto.

Em quarto lugar, o escravo também é marcado por uma total dependência – ele era completamente dependente de seu dono para a provisão das necessidades básicas da vida. Da mesma forma, o cristão deve humildemente depender inteiramente da benevolência de nosso Mestre, e de nenhuma maneira de nós mesmos (Mateus 5.3; 1 Pedro 4.11). E porque Ele é um Mestre amoroso e bondoso, todas as nossas necessidades são satisfeitas e nós somos livres para servir nosso Mestre sem obstáculos e com todo o entusiasmo e alegria. Finalmente, o escravo era pessoalmente responsável perante seu mestre. E da mesma forma, Cristo é Aquele a quem vamos responder – Aquele a quem vamos prestar contas. E essa realidade será influenciada por como nos comportamos agora (2 Coríntios 5.9-10).

Cristãos, mais fundamentalmente, são escravos de Cristo.


Um Prazeroso Vínculo


Mas, ao contemplar essas cinco características, espero que você reconheça que a escravidão a Cristo não é um trabalho penoso. Este não é um relacionamento tirânico e despótico alimentado pelo medo abjeto e submissão forçada. A imagem não é de alguém cuja vontade é constantemente frustrada pelos caprichos de seu mestre, mas de alguém cuja vontade é, ao longo do tempo e de repetida exposição ao Mestre, amorosa e felizmente conformada à vontade do Mestre. Alexander Maclaren chamou de “mistura e absorção de minha própria vontade em Sua vontade.” Então não é simplesmente, “eu faço o que Ele quer, não o que eu quero”, mas, “enquanto Ele me ensina e me mostra mais de Si mesmo, o que eu quero se torna o que Ele quer.”

O status de escravo nem sempre era necessariamente desonroso. Ao invés disso, o status do escravo estava ligado ao status de seu mestre. Era uma grande honra ser considerado um escravo de César. E da mesma forma, para os cristãos, ser escravos de Cristo é, como MacArthur diz, “não só uma afirmação de sua completa submissão ao Mestre, mas também uma declaração da posição privilegiada que cada cristão goza por estar associado ao Senhor. Nenhuma filiação poderia ser maior que essa” (Escravo, 97). Na verdade, a Escritura aplica essa designação para o próprio Cristo em Filipenses 2.7, onde nos é dito que em sua encarnação, Cristo assumiu a forma de um escravo. Assim, quando nos submetemos inteiramente à sua regra de amor, não só o honramos como nosso Mestre, mas o seguimos no Seu exemplo.

Minha pergunta é: esta sua identidade? Você aceita de bom grado este título: um escravo de Cristo? A realidade de ser propriedade exclusiva e pessoalmente responsável estimula você a ser completamente submisso? Singularmente devoto? Totalmente dependente? Ao empregar a metáfora de escravos, é assim que as Escrituras descrevem um verdadeiro crente em Cristo.

Deus te abençoe!

Fake News

Nós Não divulgamos a mentira, nós divulgamos a verdade As noticias falsas embora estejam no foco dos comentários dos nossos d...