12 dezembro 2012

O jeito Dele de andar

"Rogo-vos, pois, eu, o preso do Senhor, que andeis como é digno da vocação com que fostes chamados,com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros em amor" 



Ninguém olha para um bebê de um ano e meio e o condena se andar cambaleando ou se tropeçar algumas vezes, pois é um bebê. Mas se uma mãe perceber que com o passar dos meses a criança não consegue desenvolver essa habilidade, logo se preocupa e procura descobrir do que se trata o problema.

Eu posso olhar para uma criança pequena e me gabar, por ter a habilidade de não apenas andar, mas correr ou coordenar meus passos de forma tão mais evoluída que a dela. Mas você vai me achar estúpida: "Você está se comparando com uma criança que está aprendendo a andar?". O mesmo ocorre conosco.

Nós olhamos para os ímpios ou cristão mais novos e fracos na fé e inconscientemente podemos nos sentir superiores: "Eu não bebo, não fumo, não falo palavrão". Mas talvez seja fácil sair em vantagem perto de outro ser humano, mas e se nos compararmos com Deus? Isso nos leva ao que Paulo quis dizer neste versículo. Não basta andarmos de modo digno de acordo com a conduta moral da sociedade, ou de acordo com a ética humana; ele nos exorta a andar de modo digno da nossa vocação. Se a sua vocação foi excelente pelo que o próprio Deus o chamou, logo o modo que devemos agir deve ser igualmente excelente.

"E qual vocação seria esta? Como devo andar para honrar a vocação pela qual fui chamado?" Paulo responde a esta pergunta no versículo seguinte: "com toda a humildade e mansidão, com longaminidade, suportando-vos uns aos outros em amor". Todas estas características citadas podem descrever a natureza do próprio Cristo. Jesus era humilde, manso, paciente e mostrou amor em toda a sua caminhada na terra. Por isso, podemos resumir o que Paulo diz falando que para viver de acordo com a nossa vocação não podemos nos comparar aos demais seres humanos, seja qual for, mas ao próprio Cristo. É fácil andar de forma digna das leis de nosso país, ou do código de conduta moral da sociedade, mas devemos andar de forma digna da vocação com que Deus nos chamou.

Repare no seu jeito de andar, ele é respeitável, honroso, nobre de acordo com o que pensam os seus parentes e amigos; ou de acordo com o chamado de Deus? O nosso modo de andar pode glorificar ou entristecer a Deus. Nós somos o corpo de Cristo e onde estivermos precisamos andar como ele andou.


Deus te abençoe!

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Posts relacionados

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...