07 janeiro 2013

Receita para a ansiedade

"E disse aos seus discípulos: Portanto vos digo: Não estejais apreensivos pela vossa vida, sobre o que comereis, nem pelo corpo, sobre o que vestireis. Mais é a vida do que o sustento, e o corpo mais do que as vestes. Considerai os corvos, que nem semeiam, nem segam, nem têm despensa nem celeiro, e Deus os alimenta; quanto mais valeis vós do que as aves?" Lucas 12:22-24 


Estes ensinamentos de Jesus parecem impossíveis de se aplicar. Mas eu percebi com o tempo, que este é um dos conselhos mais valiosos para viver em paz. 

Não é para menos que temos tanta dificuldade em controlar nossa ansiedade, desde que nascemos o mundo nos ensina que devemos correr atrás de nossos sonhos, devemos trabalhar muito e nos esforçar muito. O foco sempre é o que vamos fazer da vida, como iremos ocupar o nosso tempo, com o que iremos nos sustentar. O problema é que, como de costume, Jesus pensava diferente do que o mundo nos ensina. Ele diz: “Não é a vida mais do que o sustento e o corpo mais do que as vestes?”. 

Jesus me ensinou uma pequena receita para a ansiedade, são apenas 3 perguntas que devo fazer quando algo me inquietar, e a resposta vai me mostrar se este problema é realmente digno de preocupação: 

1. Comparado a sua vida, este problema é relevante? 
2. Comparado a eternidade, seu problema é relevante? 
3. Em seu lugar, Jesus se preocuparia? 

Simplesmente não vale a pena se desesperar por uma questão a qual as respostas para as três perguntas sejam “não”. Lembre-se sempre do que o próprio Jesus disse, a vida vale mais do que o que iremos comer, e o corpo mais do que o que iremos vestir, mas eu ouso dizer que em nossos dias Jesus diria que vale mais ir a igreja a pé na chuva do que não poder ir, vale mais a dificuldade que nos estimula a ler e orar do que a tranquilidade que nos acomoda, vale mais o emprego ingrato do que o emprego que nos impede de fazer a obra de Deus. Afinal, o que realmente importa? 

Quando vemos quão pequenas e irrelevantes são as nossas preocupações, quando meditamos que o propósito de nossas vidas é a glória de Deus e que nada que conquistarmos ou não pode ser comparado a isto aprendemos a ter paz, passamos a agir de forma que Deus seja glorificado em nós mesmo em nossas aflições, passamos a aspirar a Sua glória e não o nosso próprio deleite e conforto. E enfim, respirar fundo e descansar que Ele tudo fará!

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Posts relacionados

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...