27 novembro 2012

Odres velhos

Ontem falamos sobre o remendo novo na roupa velha. E hoje vamos falar sobre os odres velhos e o vinho novo!


Odres velhos
Lc 5:37

"E ninguém deita vinho novo em odres velhos; de outra sorte o vinho novo romperá os odres, e entornar-se-á o vinho, e os odres se estragarão;"

Quando Cristo falava sobre Odres novos, odres velhos, literalmente falava sobre a nação de Israel. Eles viviam na antiga Lei, que segundo Paulo, não poderia salvar a ninguém. Por isso eles não tinham cabeça, mente, para absorver uma visão nova, uma vida nova. Cristo profetizou que Jerusalém seria destruída e os judeus seriam expulsos de sua pátria, isso tudo por que não estavam dispostos a mudar, a ceder , nem mesmo a Deus. Mesmo diante do tão esperado Messias, não o reconheceram como salvador, e ignoraram suas mensagens.

Quantas pessoas querem tanto uma vida nova, uma oportunidade, um salvador para sua vida emocional, financeira, profissional e espiritual; mas estão fechados para o novo. Quando alguém lhes anuncia algo totalmente novo, ignoram, dizem que não conhecem, que é estranho, não querem conhecer, não a espaço para o novo. Mas não é isso que querem? O novo? 

O problema está em sua mente, querem que lhes aconteça algo novo, mas não na mente. Um namoro novo, uma vida nova, um emprego dos sonhos, mas não querem mudar na mente, querem continuar com a velha maneira de pensar.

Odres velhos já estão laceados, cederam ao máximo, seu tecido surrado não suporta o vinho novo. Por isso quando se coloca vinho novo em odres velhos a força do vinho novo rompe o odre velho, e assim se perde o odre e o vinho. O que é isso senão uma nova visão acerca da Deus, da salvação, de Cristo, do evangelho?

Quando se está laceado ao velho, é o mesmo que estar acostumado ao velho, a velha maneira de ver as coisas, não aceitar uma nova visão, não aceitar algo novo, uma interpretação diferente. Os judeus mataram Cristo por condenar o novo, por desprezar o novo, mas clamavam por mudanças, por liberdade, por realizar o sonho de libertação do império romano, tinham a mente fechada para o que Deus lhes queria dar.

E quantos desejam ardentemente mudanças em sua vida, e não cedem nem mais um pouco, querem morrer sem mudar a maneira de ver as coisas, querem sim a mudança na vida, mas sem mudar a mente, sem mudar de atitude.

O vinho novo é a nova vida, é uma nova visão, é um tempo novo, mas esta nova visão, esta vida nova não são suportadas por uma mente velha. A mente velha se rompe, como Cristo disse, e assim a pessoa permanece com a vida velha, mas agora pior, pois o vinho novo se rompeu nos odres velhos. Assim aconteceu em Israel, Jerusalém foi destruída, porque os judeus não suportaram o vinho novo, que é Cristo, preferiram a lei, que não salva ninguém.

Aprenda a ceder, a abrir mão de sua velha maneira de pensar e suas velhas atitudes. Abra espaço para o que é novo, somente assim o vinho novo virá.

Deus te abençoe!

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Posts relacionados

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...